Há mais concorrência ao Spotify e Apple Music. YouTube Music chegou a Portugal

A plataforma de ‘streaming’ já chegou ao país. “Está tudo aqui. Não apenas vídeos de música, mas também álbuns oficiais, singles, remixes, atuações ao vivo, covers e aquele tipo de música, difícil de encontrar, e que só poderá obter no YouTube”, garante a empresa.

A plataforma de ‘streaming’ de música YouTube Music, criada pelo YouTube, subsidiária da Google e acessível desde maio nos Estados Unidos, está disponível em Portugal a partir de hoje.

“Está tudo aqui. Não apenas vídeos de música, mas também álbuns oficiais, singles, remixes, atuações ao vivo, covers e aquele tipo de música, difícil de encontrar, e que só poderá obter no YouTube”, de acordo com a YouTube num comunicado hoje divulgado.

A empresa refere que o novo serviço de ‘streaming’ de música, “disponível em Portugal a partir de hoje”, foi “concebido para se ouvir música, mas tendo como pano de fundo a magia do YouTube: tornando o mundo da música mais fácil de se explorar e de uma forma mais personalizada do que nunca”. “Quer pretenda ouvir, ver ou descobrir – tudo pode ser encontrado num único local”, lê-se no comunicado.

Na plataforma, estão disponíveis “milhares de ‘playlists’ em função do género musical, estado de espírito ou atividade” de quem a aceder. Além disso, a YouTube Music tem disponível “pesquisa inteligente, de modo a [quem ouve] poder encontrar aquela música, mesmo quando não se lembra do nome”, escrevendo descrições como “‘música hipster com assobio’ ou ‘música rap com flauta’”. Além disso, é também “possível procurar pelas letras (mesmo que estejam erradas)”.

A YouTube Music pode ser acedida gratuitamente, “suportada por anúncios”. Para uma “experiência sem anúncios”, a empresa disponibiliza, também a partir de hoje, em Portugal, o YouTube Music Premium, “sistema de subscrição que permite ouvir música em fundo e fazer downloads”, além de não incluir publicidade.

Este serviço tem um custo de 6,99 euros por mês. O YouTube Music Premium pode também ser acedido através de computadores, ‘tablets’ ou telemóveis sem ligação à Internet. “Além do mais, a seleção de músicas ‘offline’ descarrega automaticamente músicas de que gosta, só para o caso de se esquecer de o fazer”, refere a empresa.

A plataforma YouTube Music tem como concorrentes, entre outros, a Spotify e a Apple Music.

Ler mais
Recomendadas

Filme sobre trabalho de memória da Cinemateca é exibido no MoMA de Nova Iorque

O filme é uma primeira obra de Carlos Miranda, rodada nos espaços do Arquivos Nacional da Imagem em Movimento, e faz parte da programação do Doc Fortnight, o festival de cinema, não competitivo e de documentário, organizado por aquele museu de arte.

Oeiras promove encontro com Fernando Pessoa

Este sábado, 16 de fevereiro, a partir das 11 horas e pelo dia fora haverá conferências seguidas de debate. Anabela Rita, Rui Lomelino Freitas, José Anes e Pedro Teixeira da Mota partilham o seu conhecimento sobre Pessoa na Livraria-Galeria Municipal Verney em Oeiras.

Receitas da operadora de hotéis e casinos MGM sobem 9% em 2018

Só em Macau, no ano passado, as receita aumentarem 32%, para 2,4 mil milhões de dólares.
Comentários