Hoje é apresentado o Código Postal de Cabo Verde

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia faz esta quinta-feira a divulgação pública do novo Código Postal de Cabo Verde, apresentação de um portal específico com todas as informações relevantes sobre esta matéria.

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) faz esta quinta-feira a divulgação pública do novo Código Postal de Cabo Verde, apresentação de um portal específico com todas as informações relevantes sobre esta matéria.

De acordo com o comunicado de imprensa, a ARME, enquanto entidade reguladora do sector postal, em diálogo e concertação com os operadores e com os principais intervenientes do sector, promoveu a criação de um novo Código Postal Nacional, “mais robusto, eficaz e capaz de dar melhores respostas” às necessidades diárias das operadoras postais.

Esta ferramenta, de acordo com a mesma fonte, irá permitir efectuar a triagem e a redistribuição das encomendas de forma mais expedita e melhorando a dinâmica do fluxo das encomendas postais, a nível nacional e internacional.

A apresentação pública acontece às 15:00 (hora local), na sede da agência em Chã D’Areia, na Cidade da Praia.

A ARME é uma autoridade administrativa independente que desempenha a actividade administrativa de regulação técnica e económica dos sectores das comunicações, energia, água, transportes colectivos urbanos e interurbanos de passageiros. Resultou da fusão entre a Agência Nacional das Comunicações (ANAC) e Agência de Regulação Económica (ARE). O conselho de administração tomou posse há menos de um mês e neste momento toda a equipa da ARE e da ANAC já se encontra a trabalhar nas instalações da extinta ANAC em Chã de Areia, na Cidade da Praia.

Recomendadas

Isabel dos Santos diz que Angola vive em “instabilidade”

“Estão a viver-se momentos difíceis, não há dúvida. Estamos a viver momentos de grandes dúvidas e o que é fundamental e importante é que se respeite o Estado de Direito. É muito importante que se respeitem as leis, é muito importante que não haja atropelos entre os três poderes, que as pessoas tenham confiança na Justiça”, diz empresária angolana.

Isabel dos Santos diz que não usa dinheiro público angolano para investir

“Trabalho com bancos em Cabo Verde, com bancos em outros países africanos, bancos que nos apoiam, que acreditam nos projetos, que acreditam na validade dos projetos que nós propomos. Portanto, tenho muitas dívidas”, afirma a empresária angolana.

Capital da CV Telecom vai ser dispersado em 2020

O ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, anunciou esta sexta-feira na conferência da Lusa que em 2020 o capital da CV Telecom será dispersado em bolsa, através de convite a empresas estrangeiras.
Comentários