Hoje é apresentado o Código Postal de Cabo Verde

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia faz esta quinta-feira a divulgação pública do novo Código Postal de Cabo Verde, apresentação de um portal específico com todas as informações relevantes sobre esta matéria.

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) faz esta quinta-feira a divulgação pública do novo Código Postal de Cabo Verde, apresentação de um portal específico com todas as informações relevantes sobre esta matéria.

De acordo com o comunicado de imprensa, a ARME, enquanto entidade reguladora do sector postal, em diálogo e concertação com os operadores e com os principais intervenientes do sector, promoveu a criação de um novo Código Postal Nacional, “mais robusto, eficaz e capaz de dar melhores respostas” às necessidades diárias das operadoras postais.

Esta ferramenta, de acordo com a mesma fonte, irá permitir efectuar a triagem e a redistribuição das encomendas de forma mais expedita e melhorando a dinâmica do fluxo das encomendas postais, a nível nacional e internacional.

A apresentação pública acontece às 15:00 (hora local), na sede da agência em Chã D’Areia, na Cidade da Praia.

A ARME é uma autoridade administrativa independente que desempenha a actividade administrativa de regulação técnica e económica dos sectores das comunicações, energia, água, transportes colectivos urbanos e interurbanos de passageiros. Resultou da fusão entre a Agência Nacional das Comunicações (ANAC) e Agência de Regulação Económica (ARE). O conselho de administração tomou posse há menos de um mês e neste momento toda a equipa da ARE e da ANAC já se encontra a trabalhar nas instalações da extinta ANAC em Chã de Areia, na Cidade da Praia.

Recomendadas

BICV e Ecobank emprestam 21 milhões de euros à Cabo Verde Airlines

Os representantes dos bancos, BICV e Ecobank, que vão assegurar este financiamento assumiram acreditar no projeto, classificando-o de “estratégico” para Cabo Verde.

Governo de Cabo Verde vai impedir interferência na aprovação do orçamento do banco central

Segundo o ministro das Finanças cabo-verdiano, os órgãos do Banco de Cabo Verde terão “todos os poderes para fazer a gestão da instituição e prestar contas às entidades externas nos termos que a lei dispõe”.

Ulisses Correia: “É preciso investir mais nas posturas municipais e na autonomia das famílias”

O primeiro-ministro de Cabo Verde disse afirma que toda a estratégia de desenvolvimento do país tem “necessariamente” de se basear em horizontes temporais de longo prazo para atingir objetivos com “consistência, perseverança e atitude empreendedora”.
Comentários