Hoje há ‘Jogo Económico’. Como devem os clubes lidar com as claques?

Esta sexta-feira, às 20h00, as relações (nem sempre saudáveis) entre clubes e claques vão estar em debate no programa ‘Jogo Económico’.

Ataque academia de Alcochete

Como é que os acontecimentos na Academia de Alcochete vão marcar as relações entre clubes e claques no futuro? Pode este acontecimento marcar o limite nas relações entre direções e grupos organizados de adeptos ou está aberta a porta para ocorrências ainda mais preocupantes no futuro?

Esta sexta-feira, às 20h00, as relações (nem sempre saudáveis) entre clubes e claques vão estar em debate no programa ‘Jogo Económico’, edição que conta com a presença de Daniel Alves Seabra, antropólogo, professor universitário e autor do livro “Claques de Futebol: O teatro das nossas realidades”, e ainda de João Marcelino e Leonardo Ralha, moderados pelo jornalista José Carlos Lourinho.

Nesta edição, analisamos ainda a prestação de Cristiano Ronaldo pela Juventus e quais as possibilidades do capitão da Seleção de sagrar-se tetra-campeão europeu em Madrid, cidade onde ganhou e celebrou as últimas três edições da Liga dos Campeões. Estará Florentino Pérez arrependido de ter transacionado o português? Será este um dos maiores erros de gestão da história do clube ‘merengue’?

Recomendadas

Teixeira dos Santos: “Não tenho razões para me arrepender” da escolha de Carlos Santos Ferreira e Armando Vara

O Estado “nunca interferiu em qualquer operação” da Caixa Geral de Depósitos, garantiu ainda o ex-ministro das Finanças, na última comissão parlamentar de inquérito aos atos de gestão e recapitalização do banco público, que se realizou esta quarta-feira.

Apple considera mudar até 30% das operações da China para o Sudeste Asiático

A Índia e o Vietname são as opções cimeiras para a gigante tecnológica. A corretora Wedbush Securities sublinha que levaria pelo menos 2 a 3 anos a transferir 15% da produção de iPhones da China para outras regiões.

TAP concretiza maior operação em Bolsa desde 2012 no valor de 200 milhões de euros

A dona da companhia aérea nacional divulgou esta quarta-feira à tarde os resultados da oferta pública de subscrição das “Obrigações TAP 2019-2023”. O Jornal Económico sabe que a TAP quer captar mais 350 a 400 milhões de euros em futura abertura de capital.
Comentários