Hospitais têm dívida superior a mil milhões de euros

Empresas em dificuldades têm vendido os créditos que têm junto dos hospitais a bancos e empresas de ‘factoring’.

Ilya Naymushin/Reuters

Dívida dos hospitais a laboratórios chega a 1090 milhões de euros, de acordo com o Correio da Manhã (CM) desta segunda-feira. Entre setembro e outubro a dívida aos laboratórios cresceu 52,2 milhões de euros num mês.

Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde estão a tentar travar a venda das suas dívidas, que em outubro atingiram os 1090 milhões de euros a terceiros. Segundo o CM, algumas empresas da indústria farmacêutica têm sido confrontadas com cláusulas nos contratos de fornecimento.

“Os laboratórios, perante o crescimento das dívidas, têm entregado as mesmas a empresas de ‘factoring’”, explicou uma fonte ao CM. A mesma fonte destacou que a dívida dos hospitais  aos laboratórios tinha subido de 1037,8 milhões de euros, em setembro, para  1090 milhões de euros, em outubro.

Segundo o presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, Alexandre Lourenço, boa parte da dívida deverá estar saldada antes do ano terminar, com a injeção de 900 milhões de euros anunciada pelo ministro da Sáude, Adalberto Campos Fernandes. Com esse valor a dívida dos hospitais vai baixar para níveis históricos.

Recomendadas

Manuel Pinho volta à comissão de inquérito de Energia a 20 de dezembro

O antigo governante propôs as datas de 18, 19 e 20 de dezembro e a comissão parlamentar de inquérito às rendas excessivas da energia escolheu a última.

“Bolachas Ronaldo”. Café português no Reino Unido envolto em polémica

Relação das bolachas ao alegado caso de violação que envolve, nos Estados Unidos, o futebolista português Cristiano Ronaldo desencadeou uma série de comentários negativos.

António Costa sobre OE2019: “Reduz défice, dívida e aumenta investimento público”

Primeiro-ministro apresentou o OE2019 aos deputados socialistas e não poupou elogios ao documento: “este Orçamento melhora a vida dos portugueses”.
Comentários