Iberdrola vai investir 6,5 mil milhões de euros em novos projetos no Brasil

A empresa de energia inaugurou esta sexta-feira uma central hidroelétrica no Baixo Iguaçu, no estado brasileiro do Paraná, que envolveu um investimento de mais de 500 milhões de euros e vai permitir abastecer cerca de um milhão de brasileiros.

A espanhola Iberdrola vai investir cerca de 6,5 mil milhões de euros em novos projetos no Brasil até 2025, para reforçar a oferta de energia no país. A empresa de energia inaugurou esta sexta-feira uma central hidroelétrica no Baixo Iguaçu, no estado brasileiro do Paraná, que envolveu um investimento de mais de 500 milhões de euros e vai permitir abastecer cerca de um milhão de brasileiros.

A central hidroelétrica surge de um investimento foi feito através da subsidiária brasileira da Iberdrola, Neoenergia, que vai permitir regular o fluxo de água das Cataratas do Iguaçu, uma das sete maravilhas do mundo. A nova barragem tem uma potência de 350 megawatts (MW) e a sua produção será equivalente a cerca de 8% da procura anual de eletricidade do estado do Paraná, onde a central está localizada.

O presidente da Iberdrola, Ignácio Galan, sublinha que o compromisso da empresa com o Estado brasileiro vai levar “nos próximos cinco anos” a um investimento de “cerca de 6.500 milhões de euros em novos projetos no Brasil, para continuar a melhorar o fornecimento de energia elétrica e, assim, a sua competitividade”.

“Esta instalação é benéfica para as Cataratas do Iguaçu, já que contribuirá para a manutenção de um fluxo mínimo necessário. E a isso há que acrescentar muitas outras iniciativas que foram promovidas nas áreas de saúde, educação, infraestruturas e segurança pública para preservar e fomentar o bem-estar da região”, afirma o presidente da Iberdrola, num comunicado a que o Jornal Económico teve acesso.

A empresa dá ainda conta de que esta central hidroelétrica é “mais um exemplo do compromisso da Iberdrola com a redução de emissões”. “Sendo uma tecnologia limpa e eficiente, permite avançar rumo à eletrificação da economia e promover a necessária transformação do setor energético num setor mais sustentável”, nota.

Recomendadas

PAN pede campanha informativa sobre 5G em Matosinhos

Matosinhos tem uma Zonal Livre Tecnológica, promovida pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, da qual faz parte a NOS. A operadora usa a zona para testar 5G e em outubro anunciou ter coberto “integralmente” com a nova tecnologia móvel. Agora o PAN pede palestras, conferências e debates por toda a cidade para explicar o que é o 5G.

PremiumPropostas não vinculativas pela Brisa são esperadas até 19 de dezembro

O grupo José de Mello e o fundo Arcus, que controlam a maioria do capital, colocaram à venda 80% da empresa (40% cada um).

Transporte de passageiros nos aeroportos nacionais regista crescimento de 6,6%

Este valor representa um aumento de 7,8% em relação ao trimestre anterior num total de 18,8 milhões de passageiros. Em sentido inverso, o transporte de mercadorias verificou quebras de 12,9% nos portos marítimos nacionais, 15,9% por ferrovia e 5,8% por via rodoviária.
Comentários