IGCP vai ao mercado para emitir até mil milhões em obrigações na quarta-feira

O Tesouro vai colocar obrigações com maturidades em outubro de 2023 e outubro de 2028. O intervalo montante indicativo para o leilão a realizar no dia 13 é entre 750 milhões e mil milhões de euros.

D.R.

Portugal vai realizar na quarta-feira um leilão de Obrigações do Tesouro (OT) a cinco e 10 anos para angariar até mil milhões de euros, anunciou a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Em comunicado, a agência liderada por Cristina Casalinho explica que espera arrecadar em dois leilões de OT, com maturidade em 25 de outubro de 2023 e 17 de outubro de 2028, um montante indicativo global entre 750 milhões e mil  milhões de euros.

O último leilão realizado pelo IGCP foi precisamente dessas mesmas duas maturidades. A 9 de maio, o Tesouro emitiu 724 milhões de euros com maturidade em 2023, com uma taxa de colocação de 0,529%, e 483 milhões deu euros com prazo de 2028, a uma taxa de 1,67%.

No mercado secundário, a yield da dívida benchmark portuguesa, ou seja, a 10 anos, nessa altura negociava ligeiramente acima dos 1,70%. Nas últimas semanas essa taxa tem subido, primeiro devido à incerteza política em Itália e depois ao anuncio de Peter Praet, economista-chefe do Banco Central Europeu que o Conselho de Governadores irá na próxima quinta-feira iniciar o debate sobre o desmantelamento do programa de compra de ativos.  Esta quarta-feira, essa taxa negoceia nos 2,02%.

[Atualizada às 13h44]