Ilha do Sal entre os destinos que mais cresceram nas preferências dos portugueses em 2018

Os destinos que mais cresceram nas preferências dos portugueses no ano passado foram a ilha do Sal, em Cabo Verde, a cidade italiana de Florença e a ilha de Malta.

A ilha do Sal encontra-se no ‘Top 3’ de destinos que mais cresceram nas preferências dos portugueses em 2018. A informação avançada pelo “DN” cita dados da empresa de viagens eDreams, publicados na terceira edição do relatório “European Traveller Insights”.

Segundo a publicação, os destinos que mais cresceram nas preferências dos portugueses no ano passado foram a ilha do Sal, em Cabo Verde, a cidade italiana de Florença e a ilha de Malta.

O aumento da procura também foi significativo para os países do norte da Europa, como Finlândia e Suécia, para onde as reservas cresceram mais de 70%.

O relatório revela ainda quais são as tendências para 2019, com base nas reservas que já foram feitas no portal de viagens. Banguecoque, na Tailândia, é o destino que mais deverá crescer no novo ano, com um aumento da procura a rondar os 130%.

No top dos destinos que mais cresceram nas escolhas dos viajantes europeus seguem-se a Finlândia, Egito, Noruega e Tunísia. Estes devem, aliás, continuar no topo das preferências dos europeus em 2019, juntamente com destinos como as Filipinas e a Namíbia, para onde as reservas para 2019, feitas em 2018, aumentaram cerca de 40%.

O destino Sal está também a ser promovido, pela TAP e Solférias para as férias da Páscoa. A partir de 703 euros e com reserva até 31 de janeiro deste ano, é possível passar a “uma Páscoa diferente, com sol e mar azul”, refere o slogan. A promoção é válida para 27 de abril a 5 de maio.

Porém, a TAP e Solférias chamam a atenção dos viajantes pela entrada em vigor, desde 1 de janeiro, da Taxa de Segurança Aeroportuário (TSA) e avisam que é também obrigatório o preenchimento dos dados de passaporte dos passageiros para todas as reservas online até cinco dias úteis (quinto dia não incluído) antes da partida.

Ler mais
Recomendadas

Justiça cabo-verdiana arquiva denúncia-crime do maior partido da oposição

A Procuradoria-Geral da República anunciou esta quinta-feira o arquivamento da denúncia-crime apresentada pelo maior partido da oposição (PAICV) contra a Câmara Municipal da Praia, que alegava “indícios de gestão danosa e irregularidades” na construção de um mercado.

Banco de Cabo Verde revê em alta crescimento económico para 2019

O novo relatório de política monetária do banco central cabo-verdiano aponta para um crescimento do PIB do país africano na ordem dos 5%.

Presidente de Cabo Verde veta lei sobre regime de execução da política criminal

Jorge Carlos Fonseca devolveu o diploma à Assembleia Nacional pela “inconstitucionalidade” de um dos artigos.
Comentários