“Impeachment será usado como rotina para atacar futuros presidentes”. Trump reage ao anúncio de Nancy Pelosi

O presidente dos Estados Unidos utilizou a sua conta da rede social Twitter para reagir ao anúncio da Câmara dos Deputados que abriu caminho esta quinta-feira para a votação do impeachment.

Jonathan Ernst/REUTERS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já reagiu ao anúncio da presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, para que a votação do impeachment possa acontecer antes do período natalício. Através da sua conta da rede social Twitter, Donald Trump, refere que “o ato de impeachment será usado como rotina para atacar futuros presidentes”.

Donald Trump acrescenta ainda que o lado bom desta decisão é mostrar que “os Republicanos nunca estiveram tão unidos”, que irá sair vencedor.

“A nossa democracia está em jogo. O presidente não nos deixa escolha a não ser agir, porque ele está a tentar corromper, mais uma vez, a eleição para o seu próprio benefício”, afirmou Nancy Pelosi hoje ao anunciar que a Câmara dos Deputados vai começar a preparar os artigos de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

“Os fatos são incontestáveis. O presidente abusou de seu poder para o seu benefício político pessoal, às custas da nossa segurança nacional”, referiu Nancy Pelosi.

Donald Trump, 73 anos, é suspeito de ter pressionado o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, a investigar uma empresa ucraniana da qual foi administrador o filho do ex-vice-presidente Joe Biden, dado como favorito a concorrer pelos democratas nas eleições de 2020, em troca de uma ajuda militar dos Estados Unidos.

Ler mais
Relacionadas

“Ações do presidente violaram seriamente a constituição”. Pelosi abre caminho para votação de impeachment a Trump

Nancy Pelosi refere que ficou claro após dois meses de investigação que Donald Trump “violou o seu juramento” e pressionou uma potência estrangeira para o “ajudar nas eleições de 2020”.
Recomendadas

Rui Tavares: “Senti a vergonha alheia dos outros. Há um erro de comportamento pós-eleitoral de Joacine”

Um dos fundadores do Livre considera que o comportamento de Joacine Katar Moreira mudou após ter sido eleita deputada.

Baixas para assistência aos filhos vão ser pagas a 100%

Em entrevista ao jornal “Público”, a ministra do Trabalho e da Segurança Social afirma que o Governo vai criar condições para os “jovens terem filhos mais cedo”. Todas as famílias com um segundo ou mais filhos até três anos de idade terão direito a um cheque para apoio da creche.

Carlos Zorrinho: “Uns ‘Estados Unidos da Europa’ era uma ideia mobilizadora; hoje defendo outro processo”

O eurodeputado eleito pelo PS considera que a União Europeia (UE) tem de “inspirar os povos”, com o seu modelo democrático e social, “baseado na cooperação e no respeito pelos cidadãos”, mas alerta que é “necessário haver menos egoísmos pessoais”. Em entrevista ao Jornal Económico, Carlos Zorrinho fala ainda de um novo modelo de cooperação entre os Estados-membros da UE e sobre o combate que deve ser feito ao populismo e nacionalismo. Sobre as primárias no PS para eleger um novo secretário-geral, espera “que se cheguem muitos à frente” e garante: “nunca vou deixar de ser político”.
Comentários