Índia inaugura maior estátua do mundo

A Índia inaugurou esta quarta-feira, sob fortes medidas de segurança por medo de manifestações de comunidades locais, a estátua mais alta do mundo, um monumento com conotação política construída no estado natal do primeiro-ministro nacionalista hindu, Narendra Modi.

EPA

A Índia inaugurou esta quarta-feira, sob fortes medidas de segurança por medo de manifestações de comunidades locais, a estátua mais alta do mundo, um monumento com conotação política construída no estado natal do primeiro-ministro nacionalista hindu, Narendra Modi.

O chefe de governo indiano inaugurou oficialmente a “Estátua da Unidade”, que se eleva junto a um rio numa região remota de Gujarat, no oeste do país. O edifício de bronze, cimento e aço tem 182 metros de altura e representa Sardar Vallabhbhai Patel, uma das figuras da independência do país erigida por nacionalistas hindus.

“Hoje é um dia para ser lembrado na história da Índia, nenhum indiano vai esquecer este dia”, disse Narendra Modi no seu discurso.

Com o dobro do tamanho da Estátua da Liberdade em Nova Iorque, o monumento representa o antigo primeiro-ministro do interior indiano (1875-1950).

A estrutura, que custou 29,9 mil milhões de rupias (358 milhões de euros), no entanto, é alvo de críticas por parte das comunidades tribais locais, que protestam contra os elevados custos do projeto e impacto no meio ambiente.

A estátua pesa quase 100 mil toneladas, foi fabricada em parte na China e exigiu quatro anos de trabalho e o esforço de três mil trabalhadores.

Ler mais
Recomendadas

Cinema e mostras de arte na Lusófona

Os melhores trabalhos dos estudantes de cinema e arte dos media podem ser vistos entre 22 e 25 de julho no campus da universidade e no cinema S. Jorge.
petronas towers kuala lumpur

Arquiteto César Pelli que projetou Torres Petronas em Kuala Lumpur morreu aos 92 anos

César Pelli foi o arquiteto responsável pela ampliação do Museu de Arte Moderna (MoMa) de Nova York, em 1984, construiu a Torre Iberdrola, em Bilbau, o International Financial Center, em Hong Kong, a Grande Torre Costanera, em Santiago do Chile, além de dezenas de teatros e centros culturais em todo o mundo.

“A Era dos Muros”: entender o que nos divide no passado e no presente

A sugestão de leitura desta semana da livraria Palavra de Viajante.
Comentários