Índia inaugura maior estátua do mundo

A Índia inaugurou esta quarta-feira, sob fortes medidas de segurança por medo de manifestações de comunidades locais, a estátua mais alta do mundo, um monumento com conotação política construída no estado natal do primeiro-ministro nacionalista hindu, Narendra Modi.

EPA

A Índia inaugurou esta quarta-feira, sob fortes medidas de segurança por medo de manifestações de comunidades locais, a estátua mais alta do mundo, um monumento com conotação política construída no estado natal do primeiro-ministro nacionalista hindu, Narendra Modi.

O chefe de governo indiano inaugurou oficialmente a “Estátua da Unidade”, que se eleva junto a um rio numa região remota de Gujarat, no oeste do país. O edifício de bronze, cimento e aço tem 182 metros de altura e representa Sardar Vallabhbhai Patel, uma das figuras da independência do país erigida por nacionalistas hindus.

“Hoje é um dia para ser lembrado na história da Índia, nenhum indiano vai esquecer este dia”, disse Narendra Modi no seu discurso.

Com o dobro do tamanho da Estátua da Liberdade em Nova Iorque, o monumento representa o antigo primeiro-ministro do interior indiano (1875-1950).

A estrutura, que custou 29,9 mil milhões de rupias (358 milhões de euros), no entanto, é alvo de críticas por parte das comunidades tribais locais, que protestam contra os elevados custos do projeto e impacto no meio ambiente.

A estátua pesa quase 100 mil toneladas, foi fabricada em parte na China e exigiu quatro anos de trabalho e o esforço de três mil trabalhadores.

Ler mais
Recomendadas

Como surge a criatividade? É tudo uma questão de “trégua com as ideias”, diz Harrison Birtwistle

Um dos mais relevantes nomes da música erudita, da atualidade, defende que “as ideias provêm “do instinto”.

Guia Michelin 2019 com “novidades importantes” para os restaurantes ibéricos

Guia do próximo ano será apresentado em Lisboa, pela primeira vez, na 10.ª gala de apresentação organizada pela Michelin, e em que são revelados os restaurantes que conquistam, mantêm ou perdem estrelas do chamado ‘guia vermelho’, equiparado aos ‘Óscares da gastronomia’.

Jerónimos e Museu de Arqueologia com bilheteiras automáticas a partir de hoje

Este novo sistema “será depois alargado aos museus, palácios e monumentos com maior receita, numa etapa posterior a este período experimental”, segundo um comunicado da DGPC.
Comentários