Índice de confiança do ISEG desce em dezembro

O indicador é realizado com o contributo de 16 docentes do instituto superior, que, para o mês de dezembro, descobriram razões para estarem menos confiantes na economia portuguesa.

O índice de confiança do ISEG apurado para dezembro e relativo à evolução da atividade económica portuguesa no curto prazo foi de 34,8 pontos, “o que corresponde a um ligeiro decréscimo do índice de confiança do painel na evolução da conjuntura face ao valor do índice apurado no mês de novembro, que foi de 35”, refere o instituto superior em comunicado. Em termos homólogos o índice cresceu 1,2%.

“Diminui o consenso dos membros do painel relativamente à evolução económica”, refere ainda o documento sobre o índice, elaborado com base numa avaliação que pode variar entre 0 (confiança mínima) e 100 (confiança máxima) e que é atribuída por um painel de dezasseis professores do ISEG.

As notações do painel são feitas com base em informação quantitativa e qualitativa previamente recolhida e que inclui os apuramentos de um inquérito realizado mensalmente a todos os docentes do ISEG. O valor do índice é obtido por média simples dos valores entre 0 e 100 atribuídos respetivamente por cada um dos membros do painel.

 

Recomendadas

REN vai propor que dividendo se mantenha em 17,1 cêntimos

Para a REN, este valor, que se mantém desde 2013, está em linha com a “política de dividendos anunciada no último Capital Markets Day”.

Lucros da REN recuam 8,1% para 115,7 milhões de euros em 2018

REN anunciou redução dos lucros em 2018 e justificou a quebra com a subida da taxa de imposto.

Marcelo promulga lei da Paridade

Presidente da República indicou preferir que a alteração sobre legislação eleitoral não fosse submetida a promulgação a pouco menos de seis meses de eleição a que se aplica.
Comentários