Inflação desacelera para 0,5% em janeiro

Instituto Nacional de Estatística refere que a variação do Índice de Preços no Consumidor (IPC) em Portugal terá sido de -1,2% em janeiro.

Neil Hall/Reuters

A inflação em Portugal desacelerou para 0,5% em janeiro, menos 0,2 pontos percentuais (p.p.) do que no mês anterior, segundo dados dpo Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados esta terça-feira. O organismo de estatística nacional refere que a variação do Índice de Preços no Consumidor (IPC) em Portugal terá sido de -1,2% (quando em dezembro tinha sido de -0,2% e em janeiro de 2018 tinha sido -1,0%).

Segundo o INE, os produtos de alimentação não transformados registou uma variação homóloga de 0,5% em janeiro, enquanto a taxa referente aos produtos energéticos diminuiu para -2,3%.

O organismo de estatística destaca as diminuições das taxas de variação homóloga das classes da Habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis e dos transportes, com 0,6% e 0,7%. Por outro lado, sublinha os aumentos da taxa de variação homóloga das classes dos vestuário e calçado e dos
restaurantes e hotéis, com uma variação de -3,1% e 2,1%, respetivamente.

O INE revela ainda que o Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 0,6%, taxa idêntica à do mês anterior e inferior em 0,8 p.p. à estimativa do Eurostat para a zona euro.

Há duas semanas, o Eurostat estimou que Portugal e Grécia tenham registado registado as taxas anuais de inflação mais baixas em 2018, ao fixarem-se em 0,6%, seguindo-se a Dinamarca (0,7%). As mais altas observaram-se na Estónia (3,3%), na Roménia (3,0%) e na Hungria (2,8%).

(Atualizado às 11h14)

Ler mais
Relacionadas

Inflação desacelera para 0,3% em janeiro

Previsões do Eurostat para a zona Euro estimam que a inflação chegue aos 1,4%. Em relação aos principais items a energia deverá ser aquela que regista uma maior taxa, fixando-se nos 2,6%.

Inflação desacelera para 0,4% em janeiro

A variação do Índice de Preços no Consumidor em Portugal terá sido de -1,2% (quando em dezembro tinha sido de -0,2% e em janeiro de 2018 tinha sido -1,0%). segundo o Instituto Nacional de Estatística.
Recomendadas

Trump promete não construir torre se comprar a Gronelândia

“Prometo não fazer isto na Gronelândia”, afirma Trump no Twitter. A publicação do presidente sobre a compra da ilha dinamarquesa pode querer significar que Donald Trump quer avançar com a oferta irrealista. O Governo de Copenhaga já deixou bem claro que a Gronelândia não está à venda e que a ideia é “absurda”.

Produção no setor da construção cresce mais em Portugal do que na UE em junho

Em junho deste ano em comparação com o mês homólogo do ano passado, a produção média no setor da construção subiu 1% na zona euro e 0,6% na UE. Em Portugal, a subida foi maior, de 1,4%.

Continente e Madeira em risco muito elevado de exposição aos raios UV

Dezassete distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira apresentam hoje um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
Comentários