Instituto Superior Técnico vai contratar 150 doutorados

O instituto superior de engenharia anunciou esta quarta-feira a abertura de novos concursos para contratações, no âmbito da aprovação da Lei do Emprego Científico.

O Instituto Superior Técnico anunciou esta quarta-feira, 4 de abril, que vai abrir concursos para contratar 150 investigadores doutorados, ao abrigo da Lei do Emprego Científico, aprovada pela Assembleia de República.

O instituto superior de engenharia explica, em comunicado, que, nos próximos dois meses, vão abrir mais de 150 concursos para investigadores que irão participar em projectos de investigação científica, por períodos que poderão ir até seis anos.

“Estas posições serão abertas para funções até agora desempenhadas por bolseiros de pós-doutoramento, dando cumprimento à intenção do governo de combater a precariedade e reservar as bolsas de pós-doutoramento apenas para actividades de formação inicial na carreira científica”, refere a nota enviada pelo Instituto Superior Técnico às redações.

Para o estabelecimento de ensino superior, a centena de novas contratações irão contribuir para manter e reforçar a área de investigação do Técnico, que investiga assuntos relacionads com Engenharia, Arquitetura, Física e Matemática.

Os doutorados que se candidatarem a estas posições poderão ainda concorrer a um dos 250 cargos permanentes que o Instituto Superior Técnico irá abrir nos próximos cinco anos.

Relacionadas

Um terço dos precários do ensino superior já tem lugar no Estado

O processo de aprovação da entrada na carreira está a ser “lento”, denuncia a Fenprof.

Precários do Ensino Superior protestam hoje contra o bloqueio ao PREVPAP

Os docentes e não docentes precários reivindicam o “direito a um emprego estável” e acusam os reitores de boicotarem o Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), com a complacência do Governo.
Recomendadas

Há 52.242 vagas para estudar no ensino superior em 2021/22. Áreas digitais crescem 3% face ao ano passado

A primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior arranca dia 6 de agosto e traz mais 385 vagas nos ciclos de estudo com maior concentração de melhores alunos, com exceção de Medicina. A candidatura é online no site da Direção-Geral do Ensino Superior.

Instituições de ensino e formação procuram combinação virtuosa entre presencial e online

Na mesa redonda do JE sobre Os Desafios da Formação em Portugal, esta sexta-feira, Manuel Fontaine, diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica, e Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra, revelam como estão a preparar o próximo ano letivo. Jorge Lopes, diretor da Rumos Formação, diz ter a expectativa de que as empresas portuguesas voltem a investir em formação e a Rumos está preparada para responder.

Da sala de aula para o ensino a distância: três exemplos de adaptação em tempo recorde

Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra, Jorge Lopes, Diretor da Rumos Formação, e Manuel Fontaine, Diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica, contam como as suas instituições enfrentaram e venceram a pandemia da Covid-19. Foi esta sexta-feira, 30 de julho, na mesa redonda Os Desafios da Formação em Portugal, promovida pelo Jornal Económico.
Comentários