Inteligência artificial e robótica: como as empresas se preparam para uma nova era

A inteligência artificial e a robótica estão aí, mas nem todos sabem exatamente como transformá-la numa oportunidade para os negócios e para as pessoas. Algumas empresas e organizações de prestígio juntaram-se num Observatório do Jornal Económico, em parceria com a Accenture, e partilharam como estão a preparar-se, na prática, para uma nova era.

Relacionadas

O robô ao lado, não à frente, do homem

Em Portugal, as grandes empresas mostram estar atentas ao peso da IA nos seus processos, refletindo-o nas estratégias de crescimento.

Inteligência artificial: o novo fator de produção

A introdução da IA tem potencial para aumentar a rentabilidade empresarial de 16 indústrias em 38% até 2035, revela estudo da Accenture.
Recomendadas

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década

O economista lembrou a instabilidade fiscal e os impostos especiais sobre lucros que “estão a desincentivar a acumulação de capital e o investimento e nós precisamos de aumentar o capital para aumentar a produtividade, logo essa política não favorece o aumento de salários. Essa hostilidade ao capital é a promoção da política de salários baixos”.

Turismo: dormidas de residentes crescem 24,4% no Algarve

O crescimento expressivo do mercado interno faz com que em dez meses de 2018 já se tenham realizado mais dormidas de turistas nacionais (mais de 4,1 milhões) do que em todo o ano 2017 (perto de 4 milhões).

Associação de Gestão de Resíduos apoia projetos de economia circular com 18 mil euros

Destinada a instituições de ensino superior e de investigação – alunos ou investigadores –, ao sector empresarial, a associações de desenvolvimento, a instituições sociais, à comunidade artística e a outras entidades e particulares, as candidaturas à Academia Electrão decorrem até 12 de abril.
Comentários