Introdução de espécies endémicas no Caminho das Aboboreiras previne incêndios e aluviões

Prevenir os incêndios e as aluviões é o objetivo da intervenção que o Governo Regional da Madeira no Chão das Aboboreiras, nas imediações da Meia Serra.

Prevenir os incêndio e as aluviões é o objetivo da intervenção que o Governo Regional da Madeira espera concluir, no prazo de um mês e meio a dois meses, no Chão das Aboboreiras, nas imediações do  Poiso.

O investimento preconizado no âmbito do  Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma da Madeira (PRODERAM) orçou os 315 mil euros e abrangeu a limpeza de uma área de 80 hectares que vão ser reflorestados com espécies endémicas “pouco combustíveis”, por forma a permitir a infiltração de água, evitando incêndios e reduzindo o risco de aluviões.

Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional, visitou, esta quarta-feira, o local, altura em que reafirmou a aposta na vigilância contínua nas serras, a  iniciar já em Maio ou Junho próximos

 

Recomendadas

Uaucacau planeia chegar a Lisboa ou Porto até final do ano

A empresa produz chocolates artesanais, com sabores típicos da Madeira, que são obtidos através de produtores regionais.

Estado quer canalizar receita dos impostos do tabaco e das bebidas açucaradas das regiões autónomas para o SNS

A proposta de OE2019 prevê uma alteração ao atual artigo do Código dos Impostos Especiais de Consumo no que se refere ao Artigo 105.º (Taxas nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira), aumentando o imposto sobre o tabaco produzido nestas regiões. As receitas serão canalizadas para o SNS. Assim como as das bebidas açucaradas.

‘Bioplatform’: plataforma de agricultura biológica quer chegar ao mercado ibérico

O Bioplatform é uma plataforma comercial quer quer servir como pólo agregador na área da agricultura biológica.
Comentários