Investimento em escola e praça de táxis do Porto Santo custa mais de 6 milhões

A segunda fase das obras da Escola Básica e Secundária Professor Dr. Francisco de Freitas Branco arranca em setembro, já o arranjo urbanístico das imediações da praça de táxis deve ir a concurso durante o verão.

Bastante reivindicada pela  população portossantense, a obra de requalificação da Escola Básica e Secundária Professor Dr. Francisco de Freitas Branco, no Porto Santo, está “adiantada e a correr dentro do prazo previsto”.

O investimento ascende a 5,8 milhões de euros, deu conta, esta segunda-feira, o presidente do Governo Regional (GR),  Miguel Albuquerque, no mesmo dia em que  o secretário regional dos Equipamentos e Infraestruturas, Amílcar Gonçalves, anunciou o avanço dos trabalhos de requalificação da praça de táxis avaliados em cerca de 400 mil euros.

De acordo com o líder do GR que se fez acompanhar na visita à Ilha Dourada por Amílcar Gonçalves, a primeira fase das obras na escola Francisco de Freitas Branco deve ficar concluída até julho, iniciando-se a segunda fase dos trabalhos em setembro.

Albuquerque lembra que este empreendimento “corresponde a uma necessidade das novas gerações do Porto Santo”, sendo um compromisso do Governo Regional que “será integralmente cumprido”.

Quanto à requalificação da praça de táxis, o projeto envolve a criação de uma nova rotunda e mais lugares para estacionamento das viaturas, assim como uma paragem para os autocarros turísticos e para as carreiras regulares de transporte de passageiros.