PremiumISEG estabelece estratégia para conquistar o mundo

Clara Raposo, presidente do ISEG, avança ao Educação Internacional as linhas mestras da estratégia de internacionalização para os próximos quatro anos: reforçar as licenciaturas de duplo grau, apostar no uso da língua inglesa e aumentar as parcerias com escolas de renome.

“Temos muito para fazer em diferentes frentes. Uma das frentes é a internacionalização do ISEG.” Clara Raposo, recentemente eleita presidente da escola de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa, primeira mulher a ocupar o cargo em 107 anos da instituição, elogia o trabalho feito pelos seus antecessores, mas eleva a fasquia: “Queremos ter uma maior afirmação internacional”.

A estratégia para atingir semelhante desiderato assenta basicamente em três pilares: Reforçar as licenciaturas de duplo grau, apostar no uso da língua inglesa e aumentar as parcerias com escolas de renome.

O ganho das licenciaturas de duplo grau é evidente: “Permitem-nos ter bons parceiros internacionais, que nos tornam conhecidos noutras partes do mundo”. Nesta área, o pontapé de saída foi dado, já, este ano, com o estabelecimento de uma parceria entre o ISEG e a Universidade de Kozminski, a escola de negócios da Polónia melhor posicionada nos rankings internacionais do setor.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Relacionadas

ISEG prevê crescimento de 2,3% no terceiro trimestre

Grupo de análise económica sinaliza que no terceiro trimestre os níveis de confiança se mantiveram elevados nos setores empresariais, não tendo subido, ainda que tenham descido entre os consumidores.

Licenciatura de Finanças do ISEG vai dar dois diplomas

O ISEG lança licenciatura em Finanças de duplo grau, em parceira com a Universidade polaca de Kozminski, sem pagamento de propinas adicionais.
Recomendadas

PremiumJosé Costa Pinto: “É o momento de deixar a presidência da Associação Nacional de Jovens Advogados Portugueses”

José Costa Pinto anuncia ao Jornal Económico que não se vai recandidatar à presidência da ANJAP, cujas eleições serão em dezembro. Nesta entrevista fala ainda sobre o estado da Justiça em Portugal.

PremiumPagar menos luz? Basta baixar potência contratada, diz Governo. BE reage: “É errado”

O Ministro da Transição Energética aconselhou, na semana passada, famílias a baixar potência da energia para pagar menos IVA. Bloco responde a repto de Matos Fernandes: “declaração é errada”, pois “não há nenhuma ligação” entre potência contratada e formas de consumos, pelo que “não faz sentido” que o imposto vai ser reduzido na potência contratada mais baixa, de 3,45 kVA.

PremiumHabitação centra atenções dos partidos na especialidade

Depois de duas semanas de audições de apreciação, o prazo para entrega de alterações ao Orçamento do Estado para 2019 termina esta sexta-feira.
Comentários