Itália multa Facebook em 10 milhões de euros por venda de dados

A rede social “induziu os utilizadores a registarem-se na plataforma Facebook sem os informar imediatamente e de forma adequada, na fase de abertura da conta, de atividades de recolha dos dados que lhe são fornecidos para fins comerciais”, indicou em comunicado o organismo.

A Autoridade da Concorrência de Itália anunciou hoje que aplicou uma multa de 10 milhões de euros ao Facebook, acusado de vender dados dos utilizadores sem os informar corretamente.

A rede social “induziu os utilizadores a registarem-se na plataforma Facebook sem os informar imediatamente e de forma adequada, na fase de abertura da conta, de atividades de recolha dos dados que lhe são fornecidos para fins comerciais”, indicou em comunicado o organismo.

A autoridade acusou também o Facebook de não assumir claramente “a finalidade remunerativa subjacente à prestação de serviços da rede social, sublinhando apenas a sua gratuitidade”.

O Facebook foi igualmente acusado de “prática agressiva” por “condicionamento” dos utilizadores, dado que quando estes tentam “limitar a partilha dos seus dados”, o grupo dá a entender que se arriscam a “limitações significativas” na utilização dos serviços.

Recomendadas

Prolongar um contrato de arrendamento além de 30 anos implica pagar IMT

Os arrendamentos de longa duração e não renováveis que sejam alvo de uma extensão do prazo e se prolonguem para além dos 30 anos implicam o pagamento de Imposto Municipal sobre Transações (IMT) por parte do inquilino.

SAD do Benfica propôs a venda do Estádio da Luz e da Benfica TV ao SLB por 100 milhões

Avaliados em 99,27 milhões de euros, o Estádio da Luz e a Benfica TV poderão ser adquiridos pelo clube SLB, contra o respetivo pagamento a 25 anos. Desta forma os dois ativos benfiquistas poderão deixar de ser detidos pela SAD do Benfica.

Venezuela: Deputados opositores a Maduro viajam para a fronteira com a Colômbia

Na comitiva, com cerca de cem pessoas, viaja Juan Guaidó, segundo um elemento da equipa do autoproclamado Presidente interino da Venezuela.
Comentários