Já conhece os novos emojis? Veja as novidades que vão chegar no outono

“A celebração da diversidade em todas as suas formas é indissociável dos valores da Apple e todas estas novas opções ajudam a preencher uma lacuna gigante no teclado de emojis”, explica a empresa em comunicado.

Os emojis já se tornaram uma linguagem própria. Apesar da palavra que descreve o boneco só ter sido adicionada ao dicionário em 2015, estes surgiram no Japão em 1998.

O Dia Mundial do Emoji, que se celebra esta quarta-feira, nasceu porque o próprio emoji de calendário tinha o dia 17 de junho marcado. No dia em que se celebram estes bonecos com que comunicamos, a Apple divulgou alguns dos novos emojis para o operador iOS13, sendo que o total ascende a 59 bonecos.

Aqui, a empresa da maçã tornou-se mais inclusiva. Além de continuar a apostar em variações do tom de pele, tem mais opções quando se fala em acessibilidade. Nos novos bonecos surgem cadeiras de rodas, cães-guia, próteses, aparelhos auditivos, linguagem gestual, e invisuais.

Apesar da novidade ter sido anunciada em fevereiro, só agora se tornou realidade, embora só estejam disponíveis no outono. “A celebração da diversidade em todas as suas formas é indissociável dos valores da Apple e todas estas novas opções ajudam a preencher uma lacuna gigante no teclado de emojis”, explica a empresa em comunicado.

Recomendadas

“Cartas da Rússia”

Esta semana, a sugestão de leitura da livraria Palavra de Viajante leva-nos pela Rússia de novecentos, era imperador Nicolau I, que não ficou para a História como um governante visionário. Finura na escrita e na análise. Boa viagem!

Financiamento da Comissão Europeia: das luvas eletrónicas aos estúdios de Hollywood

A Comissão Europeia anunciou no final do mês de junho a atribuição de 149 milhões de euros para financiar 83 PME e empresas em fase de arranque. Entre estas, contam-se várias empresas portuguesas.

“O Amigo do Deserto”

Sacerdote, teólogo, crítico literário e fundador do seminário espiritual Buscadores de la Montaña, Pablo d’Ors dá-nos a conhecer nesta obra um homem dedicado aos desertos, que neles busca o absoluto e o silêncio. Eis a sugestão de leitura desta semana da livraria Palavra de Viajante.
Comentários