Já morreram 12 pessoas nas praias portuguesas este ano

Faltam ainda dois meses para o término da época balnear e já foi registado o mesmo número de mortos contabilizados em toda a época balnear de 2013.

Ler mais

A época balnear começou a 1 de maio, e até o fim de julho, foram registadas 12 mortes nas praias portuguesas, de acordo com a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Em comparação com o mesmo período do ano passado, existe um aumento significativo, pois em 2016 foram registadas sete mortes. De acordo com a AMN este é um dos maiores registos dos últimos dois anos, dado que em 2014 e em 2015 até o fim da época balnear, que segundo a autoridade termina a 30 de setembro, tinham perdido a vida sete pessoas.

Faltam ainda dois meses para o término da época balnear e já foi registado o mesmo número de mortos contabilizados em toda a época balnear de 2013.

Das 12 pessoas que perderam a vida nas praias portuguesas, a maioria dos casos foi por afogamento, mas também existem casos de mortes súbitas por congestão ou choque térmico, bem como acidentes envolvendo pescadores lúdicos e quedas em falésias.

Ao Público, a autoridade avança que só em junho deste ano foram registados seis mortos e que não houve qualquer registo em julho.

De acordo com a AMN, desde o início do ano o total de vítimas contabilizadas ascende a 26, sendo que de fora da avaliação ficam as praias fluviais do interior.

Relacionadas

Praias: desrespeito pela bandeira vermelha dá direito a multa pesada

As autoridades marítimas vão ser “implacáveis”. o Jornal Económico reuniu as principais coimas a que podem estar sujeitos os banhistas.
Recomendadas

Taxistas abertos ao diálogo se a lei incluir definição de contigentes de carros

Os motoristas de táxi estão dispostos a pôr fim aos protestos que duram há três dias se a lei passar a contemplar a fixação, pelos municípios, do contingente de carros para aluguer de passageiros, disse um dirigente associativo.

Bloco de Esquerda vai apresentar proposta para proteger todos os inquilinos contra despejos

Bloquistas vão apresentar na segunda-feira, no Parlamento, uma moratória ao regime de despejos para que seja alargada a proteção a todos os arrendatários, anunciou a deputada Maria Manuel Rola.

Associações de taxistas vão ser recebidas hoje na Presidência da República

As associações de taxistas vão ser recebidos hoje pelo chefe da Casa Civil da Presidência da República, afirmou hoje à agência Lusa uma fonte de Belém.
Comentários