Já viu o “Jogo Económico”? Marcas podem aproveitar ‘boom’ do futebol feminino em Portugal

Há mais clubes a competir, mais praticantes federadas e uma maior atenção mediática: o futebol feminino está a crescer como nunca em Portugal. Mónica Jorge, diretora da Federação Portuguesa de Futebol, veio ao Jogo Económico falar sobre esta evolução.

O futebol feminino está a crescer em Portugal: há mais clubes a competir, mais praticantes federadas e uma maior atenção mediática. Em junho de 2018 foi batido o recorde de jogadoras federadas: existem agora mais de 4700 praticantes, um crescimento superior a 56% nos últimos dois anos.

Nesta edição do Jogo Económico, analisámos e enorme evolução que o futebol feminino teve em Portugal nos últimos anos com a ajuda de Mónica Jorge, diretora da Federação Portuguesa de Futebol, num programa que vai contar com os comentários de Luís Miguel Henrique e João Marcelino, intervenientes moderados pelo jornalista José Carlos Lourinho.

Um estudo do Observatório do Futebol, que analisa as maiores ligas do futebol feminino (Alemanha, EUA, França, Inglaterra e Suécia) mostra que a média de idades tem vindo a subir e ultrapassa os 25 anos. Em Portugal, na época de 2017/18, média era de 21,88 anos. Como se explica esta aposta na participação de jovens jogadoras na Liga? Pode essa aposta aumentar a competitividade do campeonato dentro de quatro a cinco anos? Que papel tem a Federação Portuguesa de Futebol nesse incentivo?

 

Recomendadas

Rui Pinto chega esta quinta-feira: o que pode esperar o ‘hacker’ português?

Denunciante do Football Leaks será transferido da cadeia húngara para Portugal, após decisão de extradição as autoridades judiciais da Hungria que indeferiram o recurso da defesa de Rui Pinto. Data acordada entre os dois países foi avançada ao JE por fonte próxima ao processo.

Sporting oficializa financiamento de 65 milhões de euros

‘Leões’ confirmam operação de financiamento que vai resultar num encaixe de 65 milhões de euros.

Exclusivo JE: Hacker Rui Pinto chega amanhã a Portugal. Extradição confirmada

É nesta quinta-feira, 21 de março, que o denunciante do Football Leaks será transferido da cadeia húngara para Portugal, após decisão de extradição as autoridades judiciais da Hungria que indeferiram o recurso da defesa de Rui Pinto. Data acordada entre os dois países foi avançada ao JE por fonte próxima ao processo.
Comentários