JE editors Talks: Transportes e Logística

Marque na sua agenda: no dia 4 de junho, às 15h, vamos falar do futuro do setor dos transportes e logística e dos desafios e oportunidades que o mesmo enfrenta num panorama pós-pandémico.

 

Numa altura em que o país se prepara para enfrentar “o novo normal”, convém saber como reagiu o setor dos transportes e da logística aos desafios impostos pela pandemia. Vamos tentar perceber o que mudou com a Covid-19 e de que forma as empresas do setor têm procurado contornar a situação excepcional que o país e o mundo enfrentam.

De igual forma, vamos discutir o papel das novas tecnologias na resposta à crise e questionar se as mesmas nos garantem melhor preparação para responder a situações semelhantes. A inovação é um tópico inadiável na indústria.

Esta JE editors Talk serve de complemento ao caderno especial sobre o mesmo tema que acompanha o Jornal Económico desta sexta-feira e contará com a participação do Porto de Sines e da PontualHD.

Poderá assistir à mesma em direto, no dia 4 de junho, às 15h, no site e Facebook do Jornal Económico.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com o Porto de Sines e a PontualHD.

Recomendadas

Movimento nos aeroportos portugueses sobe 2,3% até setembro para 15,2 milhões de passageiros

O número de passageiros que passou pelos aeroportos portugueses aumentou, em termos homólogos, em 2,3%, para 15,2 milhões até setembro, adiantou em comunicado a Vinci, que detém a ANA – Aeroportos de Portugal.

Matos Fernandes descarta medidas adicionais para atenuar subida dos preços da energia

O Ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, disse esta sexta-feira que “não vai haver necessidade” de falar de medidas adicionais para atenuar a subida dos preços da eletricidade “nos meses mais próximos”.

Galp: “Evento na Unidade de Destilação Atmosférica de Sines” não teve impacto no abastecimento do mercado português

“Seguindo os protocolos de segurança, a Empresa parou a operação da DAT que, após o seu arranque, é esperado que opere com taxas de utilização mais reduzidas durante algumas semanas”, anuncia a Galp.
Comentários