Jogadores Clé e Júnior já voltaram a Cabo Verde e pediram desculpas

A federação desportiva local chama ainda aatenção para com os “pseudo representantes de jogadores e seus funcionários”, que se têm aproveitado do “sonho e das fragilidades sócio-econômica dos jogadores” e de “algum desconhecimento do funcionamento e organização do futebol”.

Os jovens futebolistas internacionais cabo-verdianos sub-20 de futebol Euclides Andrade (“Clé”), da Boavista, e Luís Fernandes (“Júnior”), do Desportivo da Praia,  que desertaram da caravana da seleção nacional no aeroporto de Lisboa, após um jogo amistoso em Portugal, já estão de volta a Cabo Verde.

O anúncio foi feito pela Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), num comunicado onde aponta que, depois da sua intervenção e em concertação com alguns familiares e amigos mais próximos, foi possível o regresso dos dois jogadores a este país africano.

Os dois internacionais cabo-verdianos “reconheceram o erro e pediram desculpas pelos acontecimentos”, pode-se ler na nota, que ainda refere que e “em momento algum” Clé e Júnior  “quiseram colocar em causa a imagem do país, da seleção [ou dos], dos colegas futebolistas que também têm o mesmo sonho que eles”.

A FCF aponta que ficou claro para as autoridades competentes que a atitude dos dois jogadores se deveu ao facto de terem sido mal aconselhados, por “pseudo empresários”, e dirigentes desportivos, com alguma responsabilidade no futebol em Cabo Verde, que tem feito  promessas irrealistas e criando ilusões infundadas nos jovens.

A federação desportiva chama ainda aatenção para com os “pseudo representantes de jogadores e seus funcionários”, que se têm aproveitado do “sonho e das fragilidades sócio-econômica dos jogadores” e de “algum desconhecimento do funcionamento e organização do futebol”.

Uma situação que o órgão máximo do futebol cabo-verdiano aponta que tem que têm criado nos jovens e seus familiares, problemas graves e que no futuro poderão vir a ter ainda maior gravidade.

No passado dia 31 de janeiro, depois de terem feito o “check-inos jogadores cabo-verdianos Clé e Júnior desviaram o caminho e não entraram no avião para regressar à Cidade da Praia. Os dois futebolistas integraram as seleções nacionais de sub-19 e sub-20 que disputaram em Portugal, na semana passada, três jogos amistosos com os combinados portugueses do escalão.

Ler mais
Relacionadas

Dois jogadores da seleção sub-20 de Cabo Verde desaparecidos depois de jogo em Portugal

A Federação Cabo-verdiana de Futebol já comunicou às autoridades que os futebolistas Clé, da Boavista, e Júnior, do Desportivo da Praia, não regressaram ao país.
Recomendadas

Acordo sobre mobilidade na CPLP será aprovado em julho em Cabo Verde

A data foi definida na V reunião dos ministros do Interior e da Administração Interna da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que terminou na cidade da Praia, capital de Cabo Verde, país que atualmente assume a presidência rotativa da instituição.

Cabo Verde Airlines e TAAG assinam acordo para voos Luanda-Sal

A parceria prevê que uma das companhias transporte passageiros da outra. Ou seja, se comprar um bilhete para um voo da Cabo Verde Airlines entre Luanda e Sal irá viajar num avião da transportadora aérea angolana.

CIN promete transformar Cabo Verde num país plataforma no Atlântico

Na tomada de posse dp gabinete de operacionalização deste Centro Internacional de Negócios, vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças cabo-verdiano, Olavo Correia, que considerou ser “obrigação” do governo criar novas oportunidades para os jovens.
Comentários