Jorge de Melo assume liderança da Sovena e aposta em “levar o azeite mais longe”

Formado em Gestão, Jorge Mello, acompanhou o anterior CEO durante 12 anos. Reafirma a aposta na inovação e na internacionalização do produto.

Jorge de Melo, até agora vice-presidente do conselho de administração da Sovena, é o novo CEO da empresa do setor do azeite do grupo Nutrinveste, sucedendo a António Simões, que acompanhou durante uma dúzia de anos .

Formado em Gestão pela Universidade Católica, com pós-graduações nesta área, Jorge de Melo tem currículo ligado à consultoria e gestão de empresas na área do grande consumo em Portugal e nos Estados Unidos.

Nos últimos anos, a Sovena viveu momentos decisivos que marcaram o que é o atual rumo da empresa”, destaca o novo CEO, explicando que o para os resultados atuais foram fundamentais duas opções estratégicas: “a coragem de apostar no setor do azeite e o forte investimento em inovação.”

Hoje a Sovena controla toda a cadeia de produção de azeite, uma escolha da qual resultou a recuperação do olival o que contribuiu de forma decisiva para alargar a missão da Sovena: levar o azeite a qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo. A aposta na inovação foi músculo que se revelou fundamental para o crescimento sustentado da empresa, sustenta Jorge de Melo.

O novo CEO adianta, em comunicado, que o crescimento da empresa traz novos desafios: “O meu compromisso com a Sovena passa por levar o azeite mais longe e imprimir uma nova dinâmica a esta atividade.”

A Sovena assume-se como a maior empresa mundial no setor do azeite, detendo as marcas Oliveira da Serra e Fula em Portugal, Andorinha no Brasil, Soleada e Fontoliva em Espanha, e Olivari nos EUA e noutros países europeus, africanos e asiáticos.

Em 2017 registou um volume de vendas superior a 200 mil toneladas de azeite e uma faturação de 1,5 mil milhões de euros. A componente internacional representa sensivelmente 80% do negócio da Sovena.

Apesar do azeite ser o enfoque estratégico da empresa, as suas atividades estendem-se à produção e embalamento de óleos vegetais, biodiesel, preparação e embalamento de azeitona de mesa e exploração de olival.

A Sovena está presente fisicamente em sete países – Portugal, Espanha, EUA, Brasil, Tunísia, Marrocos e China – exportando para mais de 70 países. O grupo dá emprego no mundo cerca de 1.300 pessoas.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Monte da Ravasqueira: Das adegas alentejanas para as mesas da China e dos EUA

Negócio de vinhos do Grupo José de Mello isolou as exportaçõese a criação de valor como vetores de desenvolvimento. No ano passado,o volumede negócios disparou 30%e a tendência mantém-se positiva em 2019.

Nabeiro convida startups a desenvolverem pilotos para as empresas do grupo

Desenvolvido pelo centro de inovação interno, em parceria com a consultora iMatch, o programa desafia pequenas empresas a apresentar soluções de produto, sustentabilidade e interação com o consumidor. “O grupo irá, mediante análise de cada uma, assegurar o financiamento necessário para o desenvolvimento e implementação dos respetivos pilotos”, refere Rui Miguel Nabeiro ao Jornal Económico.

Mercadona anuncia ‘morte’ do plástico de uso único

A cadeia espanhola de supermercados, cuja internacionalização irá ter início em julho em Portugal, anunciou o fim do uso de plásticos com uma utilização. Lojas portuguesas já não terão sacos de plástico de utilização única.
Comentários