Jorge Mendes já vendeu mais de mil milhões em jogadores de clubes portugueses. Comissões superam os 100 milhões

O superagente está envolvido na transferência de João Félix para o Atlético de Madrid que poderá atingir os 120 milhões de euros.

O superagente Jorge Mendes vendeu mais de mil milhões de euros de jogadores de clubes portugueses para o estrangeiro. No total foram 1.113,8 milhões de euros desde 2004, segundo as contas feitas pelo Jornal de Notícias.

Em termos de comissões, o superagente já terá encaixado 113 milhões de euros nos últimos 15 anos, de acordo com a edição desta quarta-feira, 19 de junho, do JN.

Os primeiros nomes a constar deste ranking, na época 2004/2005, são os de Ricardo Carvalho (que saiu do FC Porto para o Chelsea por 30 milhões), de Deco (do FC Porto para o Barcelona por 21 milhões), de Paulo Ferreira (do FC Porto para o Chelsea por 20 milhões), de Carlos Alberto (do FC Porto para o Corinthians por 6 milhões) e de Tiago (do Benfica para o Chelsea por 15 milhões).

Os nomes mais recentes são os de Jiménez (38 milhões) e de Rui Patrício (19 milhões) que saíram do Benfica e do Sporting para o Wolverhampton, e de João Carvalho (do Benfica para o Nottingham Forest por 15 milhões).

Recomendadas

Presidente da Nike abandona o cargo na sequência de escândalo de doping

O Oregon Project, liderado pelo treinador Alberto Salazar, foi criado em 2001. Este projeto ajudou vários atletas a vencer várias competições de atletismo, entre os quais se destaca o quatro-vezes campeão olímpico Mo Farah.

Hong Kong: Televisão estatal chinesa não difunde início da temporada da NBA

A televisão estatal chinesa CCTV não difundiu os jogos inaugurais da 74ª temporada da NBA, após o atrito entre o Governo chinês e a liga norte-americana de basquetebol, suscitado por um comentário de apoio aos protestos em Hong Kong.

Forbes: Jorge Mendes é um dos três agentes desportivos mais poderosos do mundo

Na última edição do ranking, Jorge Mendes foi considerado o segundo agente mais poderoso do mundo. Caiu agora um lugar, ficando atrás de Scott Boras e de Jonathan Barnett.
Comentários