JPP lamenta proposta do PS que prolonga por 90 dias discussão do subsídio de mobilidade

A proposta do PS, afirma o JPP, “não tem qualquer nexo racional” e “desrespeita a autonomia administrativa e as aspirações com vista à resolução dos problemas da mobilidade”.

A intenção do PS em querer adiar por mais 90 dias a discussão do subsídio de mobilidade na Assembleia da República mereceu, esta quinta-feira, o lamento do JPP.

“O JPP considera que a proposta não tem qualquer nexo racional e que o Partido Socialista está a desrespeitar a autonomia administrativa e as aspirações tendo em vista a resolução dos problemas da mobilidade”, afirma o partido.

Em causa está uma proposta do PS, apresentada na Assembleia da República, com vista a que a proposta de lei, da Assembleia Regional, baixe a comissão, sem votação, por 90 dias para uma nova apreciação.

De recordar que está programada para esta quinta-feira a discussão de uma proposta de lei, elaborada pela Assembleia Regional, que iria discutir, na Assembleia da República, um subsídio de mobilidade.

Recomendadas
Sindicato da Madeira teme criação de mega agrupamentos na Educação
A estrutura sindical manifesta-se contra esta opção referindo que se trataria de um retrocesso na educação na Madeira.
Albuquerque considera absurdo ter preços mais caros para viajar para a Madeira do que para o exterior
O governante diz que a política da TAP “não é consonante” com os interesses da Madeira acrescentando que a companhia aérea tem de ter preços acessíveis para o turismo nacional.
PCP lamenta que a Madeira seja a única região do país sem manuais escolares gratuitos no 1º ciclo
O partido diz que isto acontece por opção do Governo Regional. Os comunistas defendem uma progressiva gratuitidade dos manuais escolares para todo o ensino obrigatório.
Comentários