JPP reivindica mais incentivos para aumentar competitividade das empresas da Madeira

A redução do IRC dos 21% para os 19% e a diminuição do IVA dos 22% para os 21% são algumas das propostas apresentadas pelo JPP.

O JPP reivindicou mais incentivos no sentido de aumentar a competitividade das empresas da Madeira. O apelo foi feito depois do partido se ter reunido com a delegação regional da Ordem dos Economistas.

“O atual código fiscal de investimento não é atrativo para as empresas”, considerou Carlos Costa, deputado do JPP.

De acordo com as contas do JPP uma empresa da Madeira para ter acesso a benefícios fiscais precisa de investir à volta de 1,5 milhões de euros enquanto que no Porto Santo esse valor fica em 500 mil euros, montantes que no entender do partido são excessivos.

“Consideramos que, na realidade da Região, para as empresas poderem usufruir de benefícios fiscais no âmbito deste sistema fiscal, deveria ser elegível investimentos à volta dos 650/700 mil euros e no Porto Santo à volta de 90/100 mil euros”, defendeu.

Outra das propostas do JPP visa a baixa do IRC dos 21% para os 19% e ainda a redução do IVA dos 22% para os 21%.

O objectivo, referiu Carlos Costa, passa pelo incentivo do consumo e a dinamização comercial.

Ler mais
Recomendadas

Schindler equipa Savoy Palace com os “mais rápidos” elevadores instalados pela empresa na Madeira

Os elevadores serão os mais rápidos instalados pela empresa na Madeira, diz a Schindler. O equipamento inclui tecnologia que permite melhorar o tempo de funcionamento e oferecer melhor comodidade.

Pedro Costa Neves põe possibilidade de “equilíbrio psíquico” que se perturbou de Rafael Macedo

“Acho lógico que haja uma suspensão para se chegar ao cerne da questão”, pois “a verdade dele pode não ser a verdade real”, diz o médico do Hospital da Luz.

Funchal recebe Fórum Regional de Autarquias Participativas

O objectivo do evento passa por criar espaços de debate e reflexão sobre democracia participativa e cidadã.
Comentários