Judeus ‘fogem’ para Espanha para assistirem à final da Taça dos Libertadores

De forma a não irem contra as suas crenças religiosas que os impede de ver televisão antes do pôr-do-sol, 35 judeus voaram da Argentina para Espanha, só para assistirem à final entre River Plate e Boca Juniors.

Tudo vale para assistir a uma das finais mais épicas da história da Taça dos Libertadores da América, entre Boca Juniors e River Plate, incluindo ‘fintar’ as próprias crenças religiosas. Foi o que fizeram 35 judeus adeptos do Boca, que ‘fugiram’ da Argentina para Espanha, para poderem assistir à primeira mão do encontro este sábado, 10 de novembro, de acordo com o jornal argentino La Nacion.

O motivo desta ‘fuga’ deve-se ao shabat, que corresponde ao dia de descanso semanal no judaísmo, que entre as várias proibições impede os judeus de verem televisão antes do pôr-do-sol. Ora, acontece que a final começa às 17h da Argentina, um horário que proíbe a comunidade de assistir ao desafio.

Como tal, a decisão tomada por estes 35 judeus foi de viajar para Espanha, onde a partida terá início pelas 21h locais e desse modo, por já ser de noite, lhes possibilita assistirem ao desafio sem irem contra as suas crenças.

Recomendadas

Jorge Jesus regressa a Lisboa amanhã

O ex-treinador do clube saudita Al-Hilal deverá aterrar na capital portuguesa ao final da tarde deste domingo, disse ao Jornal Económico fonte próxima do técnico português.

VAR provoca perdas de milhares de euros

Portugal está a adaptar-se ao VAR e se dentro do campo ainda reina a polémica, fora das quatro linhas, entre quem aposta, o cenário não muda. A ‘escaldante’ final four da Taça da Liga resultou em perdas de milhares de euros.

Sporting não recorre de decisão do processo e-toupeira

Além do Ministério Público, só António Perdigão da Silva, ex-árbitro e assistente no processo apresentaram recurso da decisão do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC).
Comentários