Laskasas cresce 38% e contrata mais 74 colaboradores

O grupo, um dos líderes no mercado de mobiliário e decoração, fechou 2017 com uma faturação de 14,5 milhões de euros.

O grupo Laskasas, um dos líderes nacionais do mercado de mobiliário e decoração, fechou o exercício de 2017 com um volume de negócios de 14,5 milhões de euros – que os seus responsáveis consideram muito positivo, depois de 2016 ter sido já um ano de bons resultados.

Com uma rede de nove lojas de norte a sul do país a contribuir para este resultado, “a Laskasas cimentou-se como um dinamizador da economia de Paredes, concelho inserido na ‘Rota dos Móveis’”, adianta fonte oficial do grupo.

Este desenvolvimento é sustentado por uma produção 100% nacional, dividida por três unidades fabris, com a empresa originária do norte de Portugal a expandir a sua mão-de-obra no total das cinco empresas do grupo para 235 colaboradores, acrescentando ao longo do exercício em referência mais 74 pessoas.

Até 2020, o grupo Laskasas investirá cerca de sete milhões de euros na aquisição de novas instalações e expansão das existentes, para um total de 24 mil metros quadrados, assim como a contratação de cerca de 100 novos colaboradores.

Laskasas é uma marca de design de interiores especializada no fabrico de móveis, estofos e metalurgia. “Com uma longa experiência na indústria mobiliária, a Laskasas projeta, produz e comercializa peças de mobiliário elegantes, contemporâneas e de qualidade para todo o mundo”.

O grupo conta já com mais de 10 anos de história e certificado pela norma ISO 9001/2008. Com criação e produção própria, a Laskasas dispõe de um espaço com um ‘showroom’, onde cria e desenvolve os seus produtos de forma personalizada, de acordo com as necessidades do consumidor. O grupo trabalha tanto com particulares como com empresas – merecendo destaque, nos anos mais recentes, a parceria que manteve, no Porto (junto ao rio e no seio do casto antigo), com o grupo Vila Galé, onde foi um dos responsáveis pela decoração dos seus interiores.

Ler mais
Recomendadas

Concluído um de cinco interrogatórios por viciação de contratos no Turismo do Norte

Os cinco arguidos foram detidos na quinta-feira pela Polícia Judiciária (PJ), no âmbito da denominada operação “Éter”, que incluiu ainda buscas em entidades públicas e sedes de empresas.

Fidelidade regista maior número de participação de sempre após tempestade Leslie

A seguradora criou uma unidade operacional móvel com o objetivo de “quantificar e avaliar os prejuízos sofridos com a maior rapidez e proximidade possível junto da população afetada, agilizando melhor os processos de indemnização”.

Augusto Santos Silva: “Haverá condições para o Presidente da República visitar a China em breve”

O Ministro anunciou cinco projetos ao nível da cooperação Portugal – Macau e a criação de um Fundo de apoio a projetos comunitários de ciência e tecnologia.
Comentários