Líder da UNITA deixa parlamento angolano

O líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), Isaías Samakuva, suspendeu hoje o seu mandato de deputado à Assembleia Nacional, face à sua continuidade na liderança do partido.

Isaías Samakuva tinha manifestado desejo de deixar a presidência do maior partido da oposição angolana, que ocupa desde 2003, face aos resultados das últimas eleições gerais angolanas, mas, explicou anteriormente, a pedido dos militantes, vai terminar o seu mandato, válido até 2019.

Na reunião plenária de hoje na Assembleia Nacional, também pela UNITA, foi suspenso o mandato do falecido deputado João Marques Ntiama, substituindo o lugar de ambos os deputados Sediangani Mbimbi e João Garcia Quitas.

A movimentação de deputados ocorreu ainda no grupo parlamentar do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), partido maioritário, com a substituição de Carlos Ferreira Pinto e Valentina Filipe, por incompatibilidade de funções.

Carlos Ferreira Pinto foi indicado novo Provedor de Justiça e Valentina Matias administradora do Fundo Soberano de Angola.