Lisboa e Porto com mil milhões para novas linhas de metro

O metro do Porto vai contar com 620 milhões para se expandir no Porto, enquanto o metro da capital vai ter um total de 445 milhões de euros, avança o Jornal de Notícias.

Os metros de Lisboa e do Porto vão contar com mil milhões de euros para se expandirem entre 2020 e 2023. O investimento está a ser avançado esta quinta-feira pelo Jornal de Notícias, que noticia que esta expansão vai ser aprovada hoje em Conselho de Ministros.

O metro do Porto vai contar com 620 milhões para se expandir no Porto, enquanto o metro da capital vai ter um total de 445 milhões de euros.

Para já, o plano em Lisboa é prolongar a linha vermelha até Campo de Ourique. Outro investimento anunciado esta semana, mas fora deste pacote, foi o prolongamento das linhas amarela e verde entre o Rato e o Cais do Sodré.

Já no Porto, o Plano Nacional de Investimentos para a próxima década prevê três grandes projetos: segunda linha para Gaia, com uma nova ponte sobre o rio Douro a ligar a Casa da Música às Devesas; construir a linha de São Mamede de Infesta (Matosinhos) entre Fonte de Cuco e o hospital de São João; ligar o estádio do Dragão ao Souto em Gondomar, via Valbom, escreve o Jornal de Notícias.

 

 

Ler mais
Relacionadas

Metro de Lisboa: “Faltam estudos” sobre novo investimento, criticam trabalhadores

Os trabalhadores do Metro de Lisboa lançaram, em resposta ao governo, uma carta onde expressam o seu agrado com a expansão mas também alguns receios em relação ao futuro funcionamento das linhas Amarela e Verde.

António Costa: “O aeroporto não se fará se o estudo de impacto ambiental não o permitir”

As declarações do primeiro-ministro surgem um dia após a assinatura do acordo entre o Estado e a ANA – Aeroportos de Portugal, que prevê um investimento de 1,15 mil milhões de euros até 2028.

Concurso para novas estações no Metro de Lisboa lançado hoje

O concurso para a construção das novas estações do Metropolitano de Lisboa, Estrela e Santos, e consequente prolongamento das linhas Amarela e Verde, é lançado esta quarta-feira, num investimento de 210 milhões de euros.
Recomendadas

Lucros da REN recuam 8,1% em 2018 devido à CESE

REN anunciou redução dos lucros em 2018 e justificou a quebra com a subida da taxa de imposto.

34 anos depois, Wall Street volta a ‘vestir’ Levi Strauss. Regresso com subida superior a 30%

Para regressar aos mercados, a empresa colocou em circulação 36,66 milhões de ações, que chegaram aos investidores com um preço fixado de 17 dólares por título, um valor superior ao valor de referência fixado na oferta de saída que se situava entre os 14 e os 16 dólares.

Grupo Sonae investiu 1,2 mil milhões em 2018

O grupo não está preocupado com a entrada da Mercadona no território nacional – “já enfrentámos franceses e alemães”. E, por outro lado, ainda não desistiu de todo do IPO que, em 2018, não conseguiu levar por diante com a Sonae MC.
Comentários