Lisboa volta a ser capital mundial da “Sea Food”

Os melhores da gastronomia nacional e internacional marcam presença na 11.ª edição do Peixe em Lisboa, entre os próximos dias 5 e 15 de abril, no Pavilhão Carlos Lopes.

Cristina Bernardo
Ler mais

Considerado o mais emblemático dos eventos gastronómicos portugueses dedicado à gastronomia de mar, o Peixe em Lisboa, reúne de 5 a 15 de abril, no Pavilhão Carlos Lopes, o melhor da gastronomia nacional e internacional.

Segundo os seus promotores, a Associação de Turismo de Lisboa, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e produção da DOT Global e LGSP Events, estão já confirmadas as presenças de chefes de renome nacionais e internacionais que têm a oportunidade de dar a conhecer ao público português a sua experiência e conhecimento, fatores que os distinguiram na arte gastronómica e que lhes valeram várias distinções ao longo das carreiras, incluindo as sempre disputadas estrelas Michelin.

Sublinhando que durante os dias do evento, Lisboa voltará a ser a capital mundial da ‘Sea Food’, Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, afirmou tratar-se de um dos principais momentos gastronómicos e culturais da cidade que há onze anos que junta empresas públicas e privadas e os mais diversos atores ligados ao universo do Turismo.

De entre os convidados internacionais destaque para a presença de Ana Ros (dia 10 de abril), eleita Melhor Chefe Feminina do Mundo em 2017 pelo seu trabalho no restaurante Hisa Franko, na zona rural da Eslovénia. nota ainda para a participação de Andrew Wong (dia 11 de abril), que assinala a estreia da cozinha chinesa no Peixe em Lisboa através de um chefe que ganhou uma estrela Michelin para o seu restaurante londrino A Wong, bem como de Iván Domínguez (dia 13 de abril), do restaurante Alborada, na Corunha (uma estrela Michelin) especializado na chamada Cozinha Atlântica, com uma fortíssima componente de peixes e mariscos da região.

Portugal estará representado  por alguns dos reconhecidos chefes portugueses, entre os quais José Avillez, do Restaurante Belcanto, em Lisboa (duas estrelas Michelin) que marca presença pelo segundo ano consecutivo (12 de abril), e João Rodrigues (dia 15 de abril) do Restaurante Feitoria, em Lisboa (uma estrela Michelin). Para além dos nomes consagrados, estarão também os jovens chefes João Oliveira (6 de abril) e Tiago Bonito (7 de abril), ambos vencedores de estrelas Michelin na última edição do Guia; Vasco Coelho Santos (7 de abril), Diogo Noronha e Diogo Rocha (dia 14 de abril).

Também a restauração volta a ter um papel de destaque. com dez restaurantes da região de Lisboa a funcionar em permanência, do meio-dia à meia-noite, com pratos à base de peixes e mariscos portugueses. Este ano são três as estreias: Casa do Bacalhau, do chefe João Bandeira; Loco, da responsabilidade do chefe Alexandre Silva e Mariscador, liderado pelo chefe Rodrigo Castelo. Marcam ainda presença: Arola, do Hotel Penha Longa (Sintra), Ibo, do chefe João Pedrosa; Kanazawa, do chefe Paulo Morais, Kiko Martins; Taberna Fina, do chefe André Magalhães; Ritz Four Seasons, do chefe Pascal Maynard e por fim, o Ribamar, em Sesimbra, de Hélder Chagas, único restaurante que esteve sempre presente nas 11 edições do Peixe em Lisboa.

Contudo, as grandes novidades desta 11.ª edição prendem-se essencialmente com o espaço já que este ano  conta com três esplanadas ao ar livre, localizadas em torno do Pavilhão Carlos Lopes, que reúnem mais de uma centena de lugares. O habitual Mercado Gourmet, onde os visitantes podem encontrar uma vasta oferta de produtos de mercearia fina, azeites, vinhos, gelados, chocolates, enchidos, queijos, doçaria tradicional, utensílios de cozinha e conservas sem esquecer a indispensável banca de peixe fresco, conta com uma nova localização permitindo uma maior fluidez do público e um melhor aproveitamento do espaço. O auditório para as apresentações dos chefes e outras atividades terá uma nova localização, mais ampla.

Quanto a preços, para crianças até aos 12 anos é gratuito, a entrada de 1 dia custa 15 euros e a entrada de grupos (5 pessoas, 1 dia) é de 60 euros. A segunda-feira (dia 9 de abril) continua a ser “Dia Económico” no Peixe em Lisboa, em que uma entrada, no valor de 15 euros/pessoa, confere o direito a um consumo de dez euros nos restaurantes ao longo de todo o dia. Durante os dias de semana, entre as 12h00 e as 15h00, a entrada no Peixe em Lisboa dá direito a duas degustações de cinco euros.

 

Recomendadas

Gomes da Silva eleito melhor CEO do ano na relação com os investidores

O prémio foi atribuído ao presidente da Galp na gala anual dos IRG Awards, promovida pela Deloitte há 31 anos e apoiada pela Forbes, e que decorreu na noite de ontem no Convento do Beato, em Lisboa.

Nasce manifesto anti-Tomás Correia para o Montepio

Um conjunto composto por várias dezenas de associados e associadas da Associação Mutualista Montepio.

Farfetch vale 7,02 mil milhões de dólares em bolsa

No lançamento do IPO, as ações da empresa valiam 20 dólares (17,03 euros), mas no final da sessão fecharam com uma cotação de 28,5 dólares. Ao fecho da sessão, a Farfetch tinha uma capitalização bolsista de 7,02 mil milhões de dólares (6,13 mil milhões de euros).
Comentários