Lucro da EDP sobe 5% para 961 milhões em 2016 e bate estimativas

O resultado da energética ficou bastante acima de uma estimativa dos analistas, que apontava para um lucro de 899 milhões de euros, devido a uma forte performance operacional O EBITDA desceu 4%, pressionado por menos ganhos não-recorrentes enquanto a dívida líquida caiu para 15.900 milhões.

A EDP-Energias de Portugal registou uma subida de 5% no lucro líquido em 2016 para 961 milhões de euros. O resultado compara com uma estimativa média de 899 milhões dos analistas consultados pela Reuters.

“O resultado líquido atribuível a acionistas da EDP aumentou 5% face a 2015, para 961 milhões de euros em 2016, impactado por um forte desempenho operacional, apesar do ganho com a aquisição de uma participação adicional de 50% na central de Pecém I em 2015”, disse a empresa, em comunicado.

“Ajustado de eventos não recorrentes , o resultado líquido em 2016 foi de 919 milhões, mais 23% do que no ano anterior,” acrescentou.

O  EBITDA – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – desceu 4% para 3.759 milhões, face a uma estimativa média de 3.702 milhões de euros, “reflexo do menor contributo de efeitos não recorrentes”, que representaram ganhos de 441 milhões em 2015 e apenas 61 milhões em 2016.

A empresa liderada por António Mexia disse que a dívida líquida caiu 1.500 milhões de euros, de 17,400 milhões em dezembro de 2015 para 15.900 no final de 2016. A dívida da energética é um dos maiores focos dos analistas nesta altura. Antonella Bianchessi, analista da Citi, previa que a dívida líquida caísse para 15.300 milhões, abaixo do ‘guidance’ de 16,000 milhões, que era o nível em que situava em setembro de 2016.

O Conselho de Administração da empresa vai propor um dividendo de 0,19 euros por acção, o que significa uma subida de 3% em termos homólogos e um rácio de payout de 72%.

[Atualizada às 17h34]

Ler mais
Relacionadas

António Mexia: “Não há nada em relação à Naturgas”

O presidente da EDP falava na apresentação de resultados anuais do grupo que registou um crescimento de 5% em 2016

EDP propõe aumento do dividendo para 0,19 euros

A EDP vai propor, na próxima assembleia geral, a aprovação de um aumento do dividendo distribuído aos acionistas na ordem dos 3%. a revelação foi feita por António Mexia, presidente do grupo EDP, na apresentação de resultados anuais. “Vamos propôr um aumento de 3% do dividendo para os 0,19 euros, que corresponde a um payout […]
Recomendadas

10 mandamentos gastronómicos da Quinta do Lago

Um verdadeiro portfólio gastronómico. Esta é a promessa de tudo aquilo que poderá encontrar na Quinta do Lago. Em cada uma das opções, uma experiência surpreendente. É que, aqui, a Natureza e o luxo andam de mãos dadas.

Toyota traz para Portugal um bestseller mundial

Foi comercializado em Portugal, no passado. É-nos familiar dos filmes e séries norte-americanos, onde se impõe pelo seu reconhecido requinte. Chega agora ao mercado português para se assumir como a proposta de topo da Toyota. Os argumentos são muitos…

ABANCA integra Ana Barros como administradora

A instituição reuniu o seu conselho de administração pela primeira vez em Lisboa. Licenciada no Porto, Ana Barros trabalhou em banca de investimento em Madrid, Nova Iorque e Londres, entre várias outras funções.
Comentários