Lucro da REN cresce 2,3% para 90,9 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano

Valores foram comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários esta quinta-feira. O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) chegou aos 378,4 milhões de euros, mais 3,8% face ao período homólogo.

As Redes Energéticas Nacionais (REN) registou um crescimento de 2,3% para 90 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2018, em relação ao mesmo período do último ano. No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários esta quinta-feira, a REN indica ainda que o EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) chegou aos 378,4 milhões de euros, mais 3,8% face a 2017.

O EBITDA retirou benefícios da consolidação da Portgás (31,8 milhões), da contribuição do OPEX (8 milhões) e da venda do negócio de GPL à Energyco II, S.A. (4 milhões).

No que diz respeito ao investimento da empresa existiu uma descida de 16,3% para os 67,2 milhões de euros, face aos 80 milhões que haviam sido investidos no ano passado.

Recomendadas

Huawei: Bruxelas pede informação aos estados-membros sobre telecomunicações, contornando “pressão” dos EUA

O pedido da UE consiste numa avaliação rápida de cada Estado-membro às suas redes e sistemas de telecomunicações, sobretudo as que já têm propriedades 5G, para detetar as áreas de maior risco. Esta é uma medida não-vinculativa que contrasta com a ação endurecida de Washintgon.

Bison Bank liderou duas emissões obrigacionistas asiáticas no total de 1.300 milhões de dólares

O Bison Bank, ex-Banif BI, atua como Joint Lead Manager e Joint Bookrunner nas duas emissões obrigacionistas asiáticas.

Carlos Costa: “Apesar dos incontestáveis progressos, não há espaço para complacência”

Governador do Banco de Portugal defendeu a necessidade de forjar consensos políticos e económicos para implementar reformas estruturais.
Comentários