Lucro da REN cresce 2,3% para 90,9 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano

Valores foram comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários esta quinta-feira. O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) chegou aos 378,4 milhões de euros, mais 3,8% face ao período homólogo.

As Redes Energéticas Nacionais (REN) registou um crescimento de 2,3% para 90 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2018, em relação ao mesmo período do último ano. No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários esta quinta-feira, a REN indica ainda que o EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) chegou aos 378,4 milhões de euros, mais 3,8% face a 2017.

O EBITDA retirou benefícios da consolidação da Portgás (31,8 milhões), da contribuição do OPEX (8 milhões) e da venda do negócio de GPL à Energyco II, S.A. (4 milhões).

No que diz respeito ao investimento da empresa existiu uma descida de 16,3% para os 67,2 milhões de euros, face aos 80 milhões que haviam sido investidos no ano passado.

Recomendadas

Continental Mabor pede aos Correios para não fechar posto de Lousado

Pedro Carreira, responsável da quarta maior exportadora em Portugal, está preocupado com o efeito de um eventual encerramento do posto de Correios em Lousado.

Google News em risco de sair da Europa com nova diretiva dos direitos de autor

Caso a nova lei seja aprovada pela União Europeia, a gerente de políticas públicas da Google admitiu que iria considerar tirar a Google News do continente. Caso os legisladores não sejam capazes de chegar a um consenso até a primavera, quando o Parlamento Europeu tiver eleições, o processo será adiado até o final deste ano.

DBRS atribui rating B (low) à obrigações AT1 do BCP, abaixo do rating do banco

A DBRS destaca que as obrigações AT1 são profundamente subordinadas e constituem os instrumentos de dívida mais júniores do Banco (isto é, são os últimos a ser pagos).
Comentários