Luxemburgo torna-se o primeiro país do mundo com transportes públicos gratuitos

Medida é válida e entrará em vigor no verão do próximo ano.

O Luxemburgo vai ser o primeiro país do mundo onde os tranportes públicos serão gratuitos para todos. A medida faz parte de uma promessa do governo de coligação reeleito no passado mês de outubro, liderado por Xavier Bettel, que tomou posse esta quarta-feira.

O objetivo desta medida é reduzir o impacto da emissão de gases poluentes com origem no tráfego rodoviário e motivar a mudança na utilização de automóveis particulares no Luxemburgo, onde o congestionamento do trânsito é um problema, em especial no centro das grandes cidades.

Diariamente o país acolhe 200 mil pessoas provenientes da Bélgica, França, Alemanha, sendo que na capital onde vivem 110 mil pessoas, deslocam-se para trabalhar 400 mil cidadãos vindos do resto do país ou de países vizinhos.

Esta medida entrará em vigor no verão do próximo ano e é válida tanto para os habitantes locais como para as centenas de pessoas que todos os dias se deslocam ao país para trabalhar. Até agora, os jovens com menos de 20 anos já viajam gratuitamente nos transportes públicos, estando os restantes preços dos bilhetes ao valor de dois euros até duas horas de viagem.

Recorde-se que, após as eleições nacionais, o governo luxemburguês concordou em aumentar o salário mínimo em 1,1%, uma subida de 20 euros. Para o trabalhador não qualificado, o salário mínimo atinge os 2.071.07 euros e para os trabalhadores qualificados o rendimento é agora de 2.485.29 euros, anunciou o ”Luxembourg Times’‘.

 

Ler mais
Recomendadas

Ex-presidente da Nissan autorizado a sair da prisão se pagar quatro milhões

Um tribunal de Tóquio anunciou esta quinta-feira ter aceitado a libertação de Carlos Ghosn, acusado pelo Ministério Público de quatro crimes, sob pagamento de caução no valor de quatro milhões de euros.

Microsoft supera previsões de Wall Street com ajuda de computação em nuvem

O lucro líquido subiu a 8,8 mil milhões de dólares, ou 1,15 dólares por ação, que compara com 7,42 mil milhões, ou 0,96 dólares por ação, um ano antes.

Angola é o segundo país africano a receber o Fórum Mundial de Turismo

Sob patrocínio do Presidente Angolano João Lourenço, que será também um dos oradores do evento, a conferência terá lugar em Luanda, capital de Angola. A primeira edição realizada na África aconteceu em Ghana em 2017.
Comentários