Madeira reforça plano de contingência com consulta aberta na Nazaré e Santo António

A consulta aberta vai funcionar a partir desta quinta-feira das 14h00 às 20h00 e visa dar resposta ao aumento das infeções respiratórias.

A partir desta quinta-feira os Centros de Saúde da Nazaré e de Santo António passam a ter uma consulta aberta entre as 14h00 e as 20h00. Esta medida faz parte do reforço do plano de contingência regional no sentido de acudir a um aumento das infeções respiratórias.

A consulta aberta vai funcionar entre segunda a sexta-feira, e é vocacionada sobretudo para os utentes que não possam ser atendidos pelo seu médico de família, explicou Ana Santos, diretora dos centros de saúde de Santo António e Nazaré.

Devido a não existir no Funchal serviços públicos de urgência médica além do hospital central, foi decidido criar estes serviços excepcionais nestes centos de saúde, acrescentou a diretora destas unidades de saúde.

O plano de contingência para o inverno vigora até março de 2019, e este reforço é explicado também pelo congestionamento dos serviços de urgência no hospital central devido ao aumento das infeções respiratórias.

 

Recomendadas

O ensino profissional deve estar aliado às empresas, sublinha Albuquerque

Em entrevista ao Económico Madeira, o Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, além de falar nas mais-valias da ligação entre o ensino profissional e as empresas, diz que quer criar um cluster de empresas tecnológicas na Madeira. O único impasse é o Estado português.

Secretária Regional da Cultura diz que vai dar prioridade a preservação do património imaterial da Madeira

Paula Cabaço destacou o trabalho que tem sido feito nos diversos museus da Região, bem como no Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira, com exposições temporárias itinerantes, projetos, oficinas e publicações.

Desemprego registado desce 2,8% na Madeira

A Madeira registou aumentos nas oferta de emprego, desempregados inscritos, nas ofertas de emprego recebidas, e nas colocações efetuadas.
Comentários