Madeira: IMI é a maior fonte de receita de impostos das Câmaras Municipais

A receita angariada através do IMI chegou aos 27.519 milhares de euros, seguido pelo IMI que gerou 15.054 milhares de euros para as Câmaras Municipais da Madeira, de acordo com a Direção Regional de Estatística (DREM).

O Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) foi a maior fonte de receita, em termos de impostos, das Câmaras Municipais da Madeira, em 2017, tendo em conta os dados da Direcção Regional de Estatística (DREM).

Dos impostos considerado o IMI arrecadado chegou aos 27.519 milhares de euros, seguido pelo Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) com 15.054 milhares de euros. O Imposto sobre Rendimento de Pessoas Singulares (IRS) gera uma receita para os municípios da Madeira no valor de 7.894 milhares de euros, e o Imposto Único de Circulação (IUC) chega aos 5.433 milhares de euros.

no global as receitas dos municíios da Madeira chegaram 173.295 milhares de euros, sendo que a maior parte foram receitas correntes (160.481 milhares de euros) e a restante de capital (12.815 milhares de euros).

A maior fonte de angariação de receita dos municíios foi através de fundos municipais (52.096 milhares de euros), aparecendo em seguida as vendas de bens e serviços (30.317 milhares de euros), para depois surgir o IMI.

Recomendadas

CDS quer estatuto de Ultraperiferia na União Europeia

Fernanda Cardoso, do PSD, diz que o projeto apresentado na Assembleia Legislativa da autoria do CDS, não traz “nada de novo” e que se limita a ser “um decalque” da Declaração Final da Conferência dos Presidentes das RUP, que se reuniram em novembro do ano passado.

Fundos europeus não são um “eldorado”, diz Raquel Coelho

Já José Manuel Rodrigues, diz que é inegável afirmar que “vamos continuar a precisar como de pão para a boca” dos fundos da União Europeia.

Madeira vai promover evento de moda com 10 estilistas na Festa da Flor

O evento vai realizar-se a 11 de maio na Praça do Povo e tem como objectivo desenvolver uma colecção inspirada em flores e insere-se numa estratégia de renovação e enriquecimentos dos cartazes turísticos da Madeira.
Comentários