Madeira vai ter observatório regional de saúde mental

Com este observatório a Madeira pretende contribuir para o estudo continuado da evolução da saúde mental e ainda adequar as suas estratégias definidas para esta área.

A Madeira vai passar a ter um Observatório Regional de Saúde Mental, tornando possível através de um protocolo entre a Universidade da Madeira (UMa) e a Secretaria Regional da Saúde, que será assinado esta terça-feira.

Com este protocolo válido por três anos pretende-se “contribuir para o estudo continuado da evolução ocorrida em matéria de saúde mental a nível regional” e ainda uma melhor “adequação das políticas, estratégias e linhas de atuação definidas para área” e um “intercâmbio de saberes e experiências inovadoras e boas práticas” entre a instituição de ensino superior e a comunidade regional e ainda com outras instituições localizados noutras regiões.

Recomendadas

Cafôfo defende plano integrado para saúde mental

O candidato do PS Madeira ao Governo Regional disse que o apoio concedido a estas instituições é muito baixo, e sublinhou a importância de trabalhar em rede desde os cuidados primários aos continuados.

Madeira: Governo reafirma esforço para implementar mecanismo de protecção de dados

O diretor regional adjunto das Finanças, Rogério Gouveia, disse que a participação da região em exercícios de cibersegurança tem permitido analisar as vulnerabilidades e riscos do ciberespaço, bem como os condicionamentos que a descontinuidade territorial comporta e a consequente dependência das comunicações.

Saiba como preencher uma queixa no livro de reclamações

Há vários meios para reclamar: o contacto direto com o vendedor/prestador de serviços, o envio de carta registada com aviso de receção ou a queixa no livro de reclamações.
Comentários