Mais de 950 identificados e 720 detidos em França nas manifestações dos “coletes amarelos”

Mais de 950 pessoas foram identificadas hoje em França durante os protestos do movimento dos “coletes amarelos” e 724 foram detidas, indicou fonte policial.

Mais de 950 pessoas foram identificadas hoje em França durante os protestos do movimento dos “coletes amarelos” e 724 foram detidas, indicou fonte policial.

Em Paris, tinham sido registadas até ao início da tarde 651 identificações e 534 pessoas sob custódia.

O Governo tinha indicado antes que a meio do dia estavam a manifestar-se cerca de 31.000 pessoas em toda a França, das quais 8.000 em Paris.

No total foram mobilizados para todo o território francês 89.000 membros das forças da ordem, 8.000 dos quais para Paris, tantos quanto os manifestantes.

Veículos blindados da polícia militarizada foram excecionalmente mobilizados para a capital francesa e circularam para dissuadir os manifestantes ou destruir barricadas.

Os confrontos no centro de Paris já duram há várias horas, com a polícia a utilizar gás lacrimogéneo e canhões de água, mas são já várias as montras partidas e uma galeria comercial foi atacada.

Ler mais
Recomendadas

Venezuela: Washington pede à UE para reconhecer Juan Guaidó como “único presidente legítimo”

Vice-presidente norte-americano recordou a conferência que se realizou esta semana em Washington na qual 30 países reafirmaram o compromisso de ajudar a Venezuela e enviar ajuda humanitária.

Eleições europeias: campo de batalha para todas as ‘fake news’

O movimento de Emmanuel Macron, como tantos outros, está convencido que Steve Bannon e Vladimir Putin estarão ativamente concentrados contra o aprofundamento da União Europeia.

Amazon desistiu de se mudar para Nova Iorque

A companhia tem sede mas Seattle mas a expansão de um segundo escritório principal em Nova Iorque foi comprometida por políticos que se opuseram devido aos benefícios fiscais que a empresa iria receber do Estado.
Comentários