Mais de 950 identificados e 720 detidos em França nas manifestações dos “coletes amarelos”

Mais de 950 pessoas foram identificadas hoje em França durante os protestos do movimento dos “coletes amarelos” e 724 foram detidas, indicou fonte policial.

Mais de 950 pessoas foram identificadas hoje em França durante os protestos do movimento dos “coletes amarelos” e 724 foram detidas, indicou fonte policial.

Em Paris, tinham sido registadas até ao início da tarde 651 identificações e 534 pessoas sob custódia.

O Governo tinha indicado antes que a meio do dia estavam a manifestar-se cerca de 31.000 pessoas em toda a França, das quais 8.000 em Paris.

No total foram mobilizados para todo o território francês 89.000 membros das forças da ordem, 8.000 dos quais para Paris, tantos quanto os manifestantes.

Veículos blindados da polícia militarizada foram excecionalmente mobilizados para a capital francesa e circularam para dissuadir os manifestantes ou destruir barricadas.

Os confrontos no centro de Paris já duram há várias horas, com a polícia a utilizar gás lacrimogéneo e canhões de água, mas são já várias as montras partidas e uma galeria comercial foi atacada.

Ler mais
Recomendadas

Dados oficiais elevam para 207 número de mortos no Sri Lanka

A oitava e última explosão, até ao momento, teve lugar num complexo de vivendas na zona de Dermatagoda.

Oito explosões elevam para 187 o número de mortos no Sri Lanka

Após as oito explosões, o Governo decretou o Estado de Emergência e a polícia impôs o recolher obrigatório com efeito imediato perante o perigo de novos ataques.

Português entre os 156 mortos numa série de explosões no Sri Lanka

As explosões ocorreram “quase em simultâneo”, pelas 08:45 (03:15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais.
Comentários