Malparado: BCE só vai pedir colaterais se as negociações com os bancos falharem

Os planos para o crédito malparado na zona euro têm ganho destaque, especialmente depois de o banco central ter anunciado que poderá pedir às instituições financeiras que aumentem o colateral face aos empréstimos em incumprimento.

O Banco Central Europeu (BCE) só vai pedir mais reservas de capital aos bancos europeus como medida de controlo do crédito malparado caso as conversas com os bancos não correrem bem. A explicação foi dada pela representante da supervisão bancária do BCE, Sabine Lautenschläger, num discurso esta terça-feira.

“Vamos discutir individualmente com cada um dos bancos afetados porque é que não está a aprovisionar totalmente empréstimos em incumprimento durante vários anos. Somente se os resultados deste diálogo estruturado não nos convencerem é que consideraremos as medidas do Pilar 2”, disse.

Os planos delineados pelo BCE para o crédito malparado na zona euro têm ganho um papel central no setor, especialmente depois de a instituição liderada por Mario Draghi ter anunciado no mês passado que poderá pedir às instituições financeiras que aumentem o colateral face aos empréstimos em incumprimento.

Na semana passada, advogados dos serviços jurídicos do Parlamento Europeu apresentaram um parecer em que defendem que a proposta vai além do mandato do banco central. O documento, a que a agência Bloomberg teve acesso, sublinha que as instituições financeiras seriam obrigadas a aumentar provisões, de forma “legalmente vinculativa”, o que levaria os bancos a apresentarem requisitos de capital acima do que define a lei europeia.

Apesar de o BCE considerar que a proposta está dentro do mandato, os argumentos poderão mesmo levar o conselho de supervisão a fazer mudanças às regras, que estão em consulta pública até ao próximo dia 8 de dezembro.
Relacionadas
Malparado cria conflito entre Parlamento Europeu e BCE
Conselho de supervisão do Banco Central Europeu está a ser criticado pelas novas regras para os bancos. O presidente do Parlamento Europeu considera que a instituição está a ir além do mandato.
BCE adverte que problema do crédito malparado na zona euro não está resolvido
“A muitos bancos falta-lhes a capacidade de absorver grandes perdas porque os seus rácios de créditos problemáticos em relação ao capital e às provisões permanecem elevados”, segundo o presidente do BCE.
Recomendadas
Haitong com prejuízos de 2 milhões no semestre. Resultado operacional é positivo
“O dinamismo positivo das receitas beneficiou do recente processo de reestruturação e reposicionamento do Banco, o qual tem vindo a assumir-se como a unidade de Corporate and Investment Banking do Grupo Haitong”, justifica o banco de investimento.
Santander em conversações comprar corretora britânica Peel Hunt
Segundo a “Sky News”, a aquisição será feita no sentido de reforçar a divisão da banca de investimento e de consolidar o setor com a entrada em vigor de uma nova diretiva dos mercados financeiros.
SIBS continua à procura de parceiro minoritário, mas “sem pressas”, diz Vítor Bento
A empresa detentora da rede Multibanco anunciou a intenção de vender uma participação minoritária no ano passado. O ‘chairman’ da empresa adianta que está em curso uma consulta de mercado, mas não há necessidade urgente de concluir a operação. O objetivo é ajudar a expansão internacional.
Comentários