Manuel Champalimaud reforça nos CTT para 12,2%

Imputado à Gestmin estão já 12,17% dos CTT. Manuel Champalimaud que tem estado muito envolvido nos destinos da empresa, está assim a reforçar a sua posição como maior acionista dos CTT.

A Gestmin, de Manuel Champalimaud, continua a comprar ações dos CTT e já tem 12,17% da empresa liderada por Francisco Lacerda, ao deter 18,2 milhões de ações.

Manuel Champalimaud que tem estado muito envolvido nos destinos da empresa, está assim a reforçar a sua posição como maior acionista dos CTT.

Em comunicado a empresa CTT – Correios de Portugal, informa que receberam a 10 de janeiro de 2018 de Gestmin, SGPS, entidade estreitamente relacionada com João Afonso Ramalho Sopas Pereira Bento, Administrador Não Executivo dos CTT”, a comunicação de um reforço de capital diretamente pela Gestmin na empresa (para 11,92%) no âmbito “de transações de dirigente”. O que somando às posições dos dirigentes da Gestmin supera os 12%.

A Gestmin é a maior acionista dos CTT e, segundo dados de 05 de janeiro deste ano, é seguida pela Global Portfolio Investments, com 5,66%, Credit Suisse Group (3,31%), Norges Bank (3,15%) e BNP Paribas Asset Management (3,10%), entre outros.

 

Recomendadas

Sky dispara para máximos de 18 anos após oferta da Comcast

A oferta da Comcast superou amplamente a proposta da rival da 21st Century Fox, de Rupert Murdoch.

Fusão da Barrick e Randgold vai criar a maior mineira de ouro do mundo

A canadiana Barrick Gold e a britânica Randgold Resources vão unir-se e criar a maior mineira de ouro do mundo.

Ministro da Economia pela primeira vez no Modtissimo

Manuel Caldeira Cabral vai estar no mais antigo certame ibérico do setor, que este ano espera mais de 400 compradores internacionais.
Comentários