Marcelo já deu posse a novos ministros Adjunto e da Administração Interna

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deu hoje posse aos novos ministros Adjunto do primeiro-ministro, Pedro Siza Vieira, e da Administração Interna, Eduardo Cabrita, numa cerimónia realizada no Palácio de Belém, em Lisboa.

Tiago Petinga/Lusa

Tomaram também posse hoje o novo secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, e a nova secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Lopes Monteiro.

Isabel Oneto e Carlos Miguel foram reconduzidos, respetivamente, como secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna e secretário de Estado das Autarquias Locais.

Os governantes foram empossados na presença do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, do primeiro-ministro, António Costa, e da totalidade dos ministros do XXI Governo, numa curta cerimónia realizada na Sala dos Embaixadores do Palácio de Belém, que durou perto de seis minutos.

Estiveram presentes também Constança Urbano de Sousa, que se demitiu na quarta-feira das funções de ministra da Administração Interna, e o ex-secretário de Estado Jorge Gomes.

Esta foi a quarta recomposição do XXI Governo, que está em funções desde 26 de novembro de 2015, e alterou a orgânica do executivo: a Proteção Civil foi autonomizada como secretaria de Estado e o ministro Adjunto perdeu a tutela das Autarquias Locais para a Administração Interna e a da Igualdade para a ministra da Presidência.

O novo ministro Adjunto do primeiro-ministro, que substitui nessas funções Eduardo Cabrita, terá agora funções estritamente políticas, sem tutelar qualquer secretário de Estado.

 

Ler mais
Relacionadas

Já são conhecidos os novos secretários de Estado

Artur Tavares Neves é o novo secretário de Estado da Proteção Civil.

Autarquias passam para tutela da Administração Interna, Igualdade vai para a Presidência

O novo ministro Adjunto do primeiro-ministro, Pedro Siza Vieira, ficará estritamente com competências políticas, sem secretários de Estado sob sua tutela.
Recomendadas

Práticas de mobilidade que potenciem a conciliação entre planos profissional, pessoal e familiar vão ser premiadas

Novo concurso do IMT será lançado amanhã e visa distinguir iniciativas que disponibilizem soluções de mobilidade de base local – dinamizadas por autarquias, associações, IPSS ou empresas – que permitam facilitar a conciliação entre a vida profissional, pessoal e familiar.

Ramalho Eanes avisa que partidos e sociedade “abrem portas à corrupção”

Segundo o conselheiro de Estado, primeiro Presidente da República eleito após o 25 de abril de 1974, essa é uma ameaça decorrente do fracasso da “capacidade de construção política e institucional da democracia”, o que “abre portas à demagogia e ao engano, à corrupção, ao justicialismo e ao populismo”.

Nós, Cidadãos! celebra quarto aniversário como “novo centro” que usa “braço direito” e “braço esquerdo”

Projeto de coligação Aliança de Cidadãos é o caminho apontado para iniciar “projeto de união dos partidos emergentes do centro político para desafiar 45 anos de alternância dos governos PSD-PS”.
Comentários