Marcelo Rebelo de Sousa aceita exoneração de Azeredo Lopes

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão ao primeiro-ministro, António Costa, esta sexta-feira, dia 12 de outubro. Marcelo Rebelo de Sousa aceitou a proposta do primeiro-ministro.

António Cotrim/Lusa

O Presidente da República aceitou a demissão de Azeredo Lopes por proposta do primeiro-ministro, esclareceu Marcelo Rebelo de Sousa em comunicado publicado na página da Presidência da República.

“O Presidente da República aceitou a proposta de exoneração e aguarda a proposta de nomeação do sucessor”, referiu Marcelo Rebelo de Sousa, adiantando que António Costa ainda propôs qualquer nome para substituto do ministro da Defesa.

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão ao primeiro-ministro, António Costa, esta sexta-feira, dia 12 de outubro.

Azeredo Lopes tem estado debaixo de fogo desde o caso Tancos, mas António Costa manteve até agora a confiança no ministro, à semelhança do que fez com a antiga ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa quando a polémica se adensou.

Há quatro dias, António Costa considerou que o ministro é um “ativo importante” no Governo, acrescentando que a confiança em Azeredo Lopes está “inalterada” desde que o Governo assumiu funções em novembro de 2015.

Recomendadas

Bruxelas quer esclarecimentos de Centeno sobre limite de despesa no OE2019

Comissão Europeia remeteu carta ao Governo português a solicitar esclarecimentos.

Bilhetes para o futebol estão mais caros em Itália. E a culpa é de um português

A claque da Juventus já apresentou várias queixas, e através de um comunicado, explicaram que vão aos jogos mas com desagrado, já que ver a ‘Vecchia Signora’ fora de casa custa 100 euros.
AHP - Raul martins

AHP defende a sua independência e reforça confiança em Cristina Siza Vieira

A AHP continua, assim, a contar “com as reconhecidas qualidades de competência, empenho, isenção e frontalidade” da sua presidente da direção executiva, Cristina Siza Vieira.
Comentários