Marcelo sobre o fim da OPA chinesa à EDP: “É o mercado a funcionar”

Questionado sobre se o fim da OPA poderia colocar entraves na entrada de mais capital chinês em Portugal, o Presidente da República rejeitou essa possibilidade.

Cristina Bernardo

Marcelo Rebelo de Sousa considera que o fim da oferta pública de aquisição (OPA) da China Three Gorges sobre a EDP não vai ter impacto negativo na entrada de investimento chinês em Portugal.

Questionado sobre se o fim da OPA poderia colocar entraves na entrada de mais capital chinês em Portugal, o Presidente da República rejeitou essa possibilidade.

“É o mercado a funcionar. Não há intervenção dos Estados, não houve sequer intervenção dos reguladores, isto é o mercado a funcionar”, disse o Presidente a partir da China onde se encontra em visita oficial.

“Portanto, o mercado funciona nos termos em que deve funcionar. Quem intervem num quadro da economia portuguesa e da economia europeia, sabe que o mercado funciona naturalmente”, segundo Marcelo Rebelo de Sousa nas declarações transmitidas pela SIC Notícias.

A OPA chinesa à EDP morreu na assembleia-geral na quarta-feira, 24 de abril, quando os acionistas da empresa chumbaram a desblindagem de votos, uma das condições de sucesso para a OPA, conforme determinado pela CTG.

Depois do chumbo, António Mexia garantiu que a “parceria com a CTG é para manter”. O presidente-executivo da elétrica afirmou que as duas empresas estão a trabalhar em conjunto para entrarem em novos mercados na América Latina.

 

Mexia: “Resultado da AG é da exclusiva responsabilidade dos acionistas. Parceria com CTG é para manter”

 

 

Ler mais
Recomendadas

Embraer exporta mais de 300 milhões por ano

O grupo emprega cerca de 2.500 trabalhadores e espera atingir já no próximo exercício exportações de 400 milhões.

Queijaria de Jorge Coelho conquista prémio mundial

Para Jorge Coelho, administrador e promotor do projeto, “esta distinção representa a concretização de uma ambição da Queijaria Vale da Estrela que é o de elevar ao patamar da Excelência a qualidade de um produto como é o Queijo da Serra da Estrela DOP, ambição essa que faz parte da sua cultura”.

Agrival. Feira Agrícola do Vale do Sousa arranca com 350 expositores

A 40.ª edição da Agrival — Feira Agrícola do Vale do Sousa arranca já amanhã, 23 de Agosto, e decorrerá até ao dia 1 de Setembro, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel. O último dia do certame conta com um desfile de tractores com alfaias agrícolas. Esta feira agrícola, considerada a maior do […]
Comentários