Marcelo sobre os dados do INE: “Temos de crescer um bocadinho mais”

O Presidente da República considerou hoje que os dados do crescimento económico divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram “uma trajetória positiva”, mas que Portugal tem de “crescer um bocadinho mais” para reduzir a dívida.

Foto: Cristina Bernardo

“Eu diria que é uma trajetória positiva, que ainda não é suficiente para o grande objetivo de que falava ontem [segunda-feira] o ministro das Finanças, que é conseguirmos ir reduzindo claramente a nossa dívida pública. Temos de crescer um bocadinho mais”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

Segundo o chefe de Estado, que falava aos jornalistas, no final de uma visita à Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), em Lisboa, os dados do INE indicam que “a trajetória mantém-se”, mas dão “sinais que são mistos”.

“Relativamente ao trimestre anterior, há um sinal positivo, porque tinha-se crescido 0,3%, agora cresce-se 0,5%. Relativamente ao ano anterior, em que tinha havido um crescimento muito grande, como se lembram, na ponta final do ano, aí o crescimento continua a ser bom, 2,5%, mas queremos mais”, declarou.

O Presidente da República reforçou esta mensagem, acrescentando: “Queremos mais, eu quero mais. Vamos ver se é possível mais, porque depende também um bocadinho do crescimento da Europa e do crescimento à escala mundial”.

Relacionadas

INE: Portugal cresceu 2,5% no terceiro trimestre

Abrandamento da economia deveu-se a uma evolução menos favorável das trocas com o exterior, com subida mais acentuada das importações. Consumo acelera e investimento abranda.

Centeno: Crescimento económico no terceiro trimestre confirma meta de 2017

O Ministério das Finanças afirmou hoje que o crescimento económico no terceiro trimestre, divulgado pelo INE, confirma as projeções do Governo de uma subida de 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no conjunto do ano.
Recomendadas

Taxas Euribor sobem a três, seis, nove e 12 meses

As taxas Euribor subiram esta quinta-feira 0,001 pontos a três, seis, nove e 12 meses em relação a quarta-feira.

Tens 18 anos? Bruxelas volta a oferecer passes de Interrail grátis

Os jovens interessados em viajar pela Europa durante cerca de 30 dias podem candidatar-se até ao próximo dia 11 de dezembro.

PremiumOrçamento do SNS vai crescer menos do que a economia em 2019

Nova ministra vai ter mais 523 milhões de euros no orçamento, mas as transferências para o Serviço Nacional de Saúde vão crescer apenas 2%. No bolo do sector está incluído o avanço nos processos de construção de cinco novos hospitais.
Comentários