Maré ‘vermelha’ na Europa não poupa PSI20

Principal causa para a correção de hoje da bolsa nacional esteve relacionada com a debilidade da Altri.

O PSI20 concluiu a sessão de hoje em perda, apesar de apresentar um desempenho ligeiramente mais positivo do que os seus pares europeus. Assim, o PSI20 cedeu 0,35% para 4,818 pontos.

A principal causa para a correção de hoje da bolsa nacional esteve relacionada com a debilidade da Altri. Recorde-se que esta empresa informou hoje, em comunicado oficial, que a sociedade espanhola Global Portfolio Investments, controlada pela Mayoral, realizou um processo de accelerated bookbuilding (venda acelerada) junto de institucionais qualificados. Assim, esta instituição alienou 6.255 milhões de ações da Altri, o equivalente a 3.10% do capital social, a um preço de 6 € por ação.

Uma performance muito positiva dos bancos italianos permitiu ao BCP terminar o dia com uma valorização modesta.

Apesar da subida do crude nos mercados internacionais (a liquidez era menor do que o habitual em virtude do encerramento dos mercados americanos), a Galp sofreu uma pressão vendedora que a conduziu a terreno negativo.

Europa com desvalorizações próximas de 1%

Os índices europeus fecharam a sessão de hoje com desvalorizações próximas de 1%. Mesmo assim, as bolsas europeias conseguiram conter os efeitos negativos da queda superior a 3% sofrida ontem por Wall Street. As ações mais cíclicas, como as tecnológicas e as industriais, foram as mais visadas pelas vendas dos investidores.

Esta maior aversão ao risco saldou-se por uma overperformance de sectores mais defensivos como o das utilities.

O degelo a que se tem assistido entre Roma e Bruxelas justifica a overperformance da bolsa de Milão nesta conjuntura mais desafiante.

As três derrotas sucessivas sofridas ontem pela Primeira-Ministra May relativamente ao processo do Brexit não tiveram um impacto muito expressivo nos ativos do país. O FTSE100 registou perdas em linha com os seus pares europeus e a Libra conseguiu alcançar uma leve valorização face ao Dólar.

Ler mais
Recomendadas

Quem mais valorizou desde o início da época? Há dois portugueses na lista

Entre os campeonatos inglês, alemão, espanhol, francês, italiano e espanhol, dois portugueses destacaram-se por ter valorizado, em conjunto, 76,2 milhões de euros.

Centeno: “Portugal tem almofada financeira que cobre 44% das necessidades para os próximos 12 meses”

Em conferência de imprensa, após anunciar que Portugal já pagou a totalidade do empréstimo concedido pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no resgate, Centeno confirmou que o rácio da dívida pública face ao PIB deverá ser de 121,2% no final do mês, ou seja, 3,5 pontos percentuais abaixo do valor registado no final do ano passado.

Incompatibilidades: Siza Vieira pediu ao MP arquivamento de processo após remodelação

Após ter sido notificado do parecer do Ministério Público que concluiu que Siza Vieira agiu de “boa fé” na apresentação da sua declaração de incompatibilidades, governante requereu o arquivamento do processo. Pedido é justificado com o faco de ter sido exonerado do cargo de ministro adjunto na remodelação governamental de 15 de Outubro.
Comentários