Maria Fernandes nomeada para presidência do Serviço Regional de Saúde da Madeira

O conselho de governo autorizou ainda a transferência de 5,6 milhões de euros, do Instituto de Segurança Social da Madeira para a vice-presidência do Governo Regional, no âmbito das políticas ativas de emprego.

O conselho de Governo nomeou os membros do conselho de administração do Serviço Regional de Saúde (SESARAM) que terá Maria Fernandes como presidente.

Como vice-presidente aparece Pedro Miguel Abreu dos Santos e como vogal Luís Miguel Pinto Correia Velosa de Freitas.

O executivo madeirense agradeceu ainda o empenho do conselho de administração cessante.

O conselho de Governo decidiu ainda autorizar a transferência de 5,6 milhões de euros, do Instituto de Segurança Social da Madeira para a Vice-Presidência do Governo Regional, no âmbito das políticas ativas de emprego.

Foi ainda actualizado em 3,5% os acordos de cooperação e gestão atípicos entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e as Instituições Particulares de Solidariedade Social e equiparadas.

O conselho de Governo da Madeira autorizou ainda a distribuição de 921 mil euros no âmbito do Programa Regional de Apoio ao Desporto (PRAD), que abrangem 41 propostas de contratos-programa de desenvolvimento desportivo.

Ler mais
Recomendadas

Secretário Regional de Economia empenhado em “facilitar a vida” dos empresários da Diáspora

Rui Barreto acrescentou que a geografia da Região não pode constituir uma ameaça ao investimento, mas sim uma oportunidade para o desenvolvimento da Madeira e para o seu reposicionamento no mundo.

Madeira espera exportar 20 toneladas de abacate em 2020 com introdução da abacate biológica

“Este é um fruto que tem assegurado o escoamento a bom preço, portanto o apelo que fazemos é para que os nossos agricultores e os nossos empresários avancem com mais produção de abacate e de anona, porque tem o escoamento assegurado”, sublinhou Miguel Albuquerque.

Câmara do Funchal aposta na formação dos técnicos camarários do Ordenamento do Território

“Temos a certeza que o resultado desta formação terá um forte impacto na disponibilização de um serviço mais eficiente e especializado sobre o Ordenamento do Território Municipal, visando a constante atualização de matérias fundamentais para o Funchal, que contribuem na melhoria de uma oferta mais qualificada, dos serviços públicos a disponibilizar aos cidadãos”, salientou o Vereador Bruno Martins.
Comentários