Maria José Governo é nova Strategic Business Developer da INOVFLOW

Com perto de três décadas de experiência na área comercial de empresas tecnológicas, dos quais os últimos três anos na PRIMAVERA BSS, Governo vai agora agora apoiar o desenvolvimento do negócio da INOVFLOW.

A INOVFLOW, tecnológica portuguesa focada na implementação de soluções que otimizam processos de negócio, contratou Maria José Governo como Strategic Business Developer. A função é nova na empresa e tem como principal objetivo apoiar estrategicamente o desenvolvimento do negócio, com especial enfoque nas soluções de gestão PRIMAVERA, nomeadamente o Eye Peak – produto para o setor da Logística, da Microsoft, sobretudo o CRM Dynamics 365 e Sophos, aplicações de segurança.

Licenciada em Relações Públicas e Publicidade pelo Instituto Superior de Novas Profissões, Maria José Governo frequentou o Programa avançado de gestão para executivos da Universidade Católica e é pós-graduada em Logística e Transportes pelo ISCTE. Acumula cerca de 30 anos de experiência na área comercial, tendo desempenhado funções de senior manager, Mid-Market Development na PRIMAVERA. Anteriormente tinha sido Business Unit Manager na Sinfic, gestora de conta na Datacomp e assistente da Direção Comercial na Prológica, onde iniciou o seu percurso em 1992.

“Este era o momento de dar o salto e ter um projeto onde existisse espaço para investir toda a minha experiência de 29 anos na área comercial, numa organização onde também são importantes outras características como as competências de gestão, orientação aos resultados, espírito de iniciativa, entusiasmo, criatividade e dinamismo para acompanhar a ampla oferta de soluções inovadoras que fazem parte do portefólio da INOVFLOW e que permitem o reconhecimento e o desenvolvimento de relações duradouras”, explica a nova Strategic Business Developer da INOVFLOW em comunicado.
A INOVFLOW é um dos principais parceiros da PRIMAVERA BSS.

Recomendadas

34 anos depois, Wall Street volta a ‘vestir’ Levi Strauss. Regresso com subida superior a 30%

Para regressar aos mercados, a empresa colocou em circulação 36,66 milhões de ações, que chegaram aos investidores com um preço fixado de 17 dólares por título, um valor superior ao valor de referência fixado na oferta de saída que se situava entre os 14 e os 16 dólares.

Grupo Sonae investiu 1,2 mil milhões em 2018

O grupo não está preocupado com a entrada da Mercadona no território nacional – “já enfrentámos franceses e alemães”. E, por outro lado, ainda não desistiu de todo do IPO que, em 2018, não conseguiu levar por diante com a Sonae MC.

Economia digital: faturação das PME portuguesas atingiu os 97 milhões de euros

Segundo um estudo da PayPal, a internet permite que as pequenas e médias empresas acedam a “mais de 4,1 mil milhões de clientes de todo o mundo”. Ficou comprovado que a faturação das pequenas empresas portuguesas, sustentadas na economia digital, aumentou mais de 19% entre 2016 e 2017, para mais de 97 milhões de euros.
Comentários