Mariana Morgado Pedroso: a vida de uma arquiteta num desenho perfeito

A diretora geral da Architect Your Home aceitou o nosso convite e pôs mãos à obra: agarrou-se ao volante do novo SUV da marca Alfa Romeo, o Stelvio, e levou-nos numa visita guiada pela Avenida Marginal, junto ao mar.

Mariana é arquiteta e vive entre desenhos, projetos e plantas. É uma mulher segura, rigorosa e consciente daquilo que quer. A oportunidade ideal para nos fazer um esboço perfeito da sua vida e confidenciar-nos que tenta que o seu dia-a-dia corra por linhas direitas. É apaixonada pelo que faz mas equilibra-se, qual T2, entre a família e o trabalho, na tentativa de não deixar atrasar “as obras da vida” e cumprir os projetos com os quais se compromete. É optimista e procura sempre as clarabóias nos momentos mais difíceis e exigentes.

 

Este conteúdo foi produzido em colaboração com a  Alfa Romeo.

Recomendadas

Setor de comércio e serviços pede prolongamento do layoff e perdão de rendas

A CCP também aponta que a exigência de certidões de não dívida não faz sentido neste momento em que as empresas enfrentam dificuldades, defendendo que deixe de constituir condição para a “candidatura a qualquer concurso público”.

CFP alerta para impacto “desconhecido” no capital do Novo Banco da litigância com o Fundo de Resolução

No relatório “Perspetivas económicas e orçamentais 2020-2022”, o CFP diz que “existe um risco adicional para as finanças públicas caso o rácio de capital total do Novo Banco se situe abaixo do requisito estabelecido pelas autoridades de supervisão”. Nesta situação, o Estado Português poderá ter de disponibilizar fundos adicionais de forma a que o banco cumpra os requisitos regulatórios. É a chamada Capital Backstop que foi autorizada por Bruxelas para casos “extremos”. O CFP alerta para incógnita sobre o impacto no capital do banco do diferendo na contabilização das IFRS 9.

Extensão das moratórias até 31 de março de 2021 vai hoje a Conselho de Ministros

Proposta das Finanças prevê extensão das moratórias públicas até março de 2021 e o alargar os créditos que poderão beneficiar do regime, como créditos para segunda casa e crédito ao consumo para financiar educação.
Comentários