Mário Centeno: Aproxima-se ciclo com taxas de juros “mais elevadas”

“Não podemos chegar a esse momento sem ter a dívida, em percentagem do PIB, a cair”, disse o ministro das Finanças, na conferência anual da Ordem dos Economistas sobre o Orçamento do Estado para 2018

Cristina Bernardo
O ministro das Finanças, Mário Centeno, alertou esta segunda-feira para o ciclo de taxas de juros “mais elevadas” que pode estar a chegar, em consequência de uma melhoria da economia da Europa.

“Sabemos que vêm aí tempos melhores, para a economia europeia. Mas os tempos melhores virão associados a um ciclo de taxas de juro mais elevadas”, disse o governante na abertura na conferência anual da Ordem dos Economistas sobre o Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), em declarações divulgadas pela agência Lusa.

Mário Centeno disse ainda que “o ciclo de taxas baixas vai ser alterado” e que o Governo tem de tomar medidas para prevenir eventuais consequências. “Não podemos chegar a esse momento sem ter a dívida, em percentagem do PIB [Produto Interno Bruto], a cair”, acrescentou, explicando que o Executivo prevê, por essa razão, um aumento da despesa “moderado e controlado”.

No discurso à margem do encontro sobre o OE2018, Mário Centeno fez referência ao “crescimento do salário médio em Portugal nos últimos tempos” e sobre aquela que diz ter sido “a maior redução do desemprego desde o século passado”, e lembrou que os números mais recentes dão conta de três quartos do emprego criado ser emprego estável e não contratos a prazo.

Relacionadas

UE/Previsões: Bruxelas melhora défice em Portugal para 1,4% em 2017 mas diz que redução é “sobretudo cíclica”

A Comissão Europeia melhorou hoje as projeções do défice de Portugal, para 1,4% este ano, justificado nomeadamente com um “investimento público abaixo do orçamentado”, alertando para que a redução é “sobretudo cíclica” e não resulta de medidas do Governo.

Quem são os adversários de Centeno na corrida à liderança do Eurogrupo?

O presidente do grupo de ministros das Finanças da zona euro vai mudar no próximo ano e o debate sobre o assunto já começou. Apesar de o português Mário Centeno ainda não ter admitido interesse no cargo, o apoio de Espanha está garantido.
Recomendadas

Floresta diversificada resiste melhor a fogos e secas, revela estudo

Investigadores liderados pelo biólogo William Anderegg, da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, concluíram que uma floresta com uma grande variedade de árvores e de características diversas relacionadas com o fluxo da água sofre menos com os períodos de seca.

Superbrands: há uma marca portuguesa entre as 10 preferidas pelos consumidores

Dentro dos setores avaliados, aqueles mais relevantes são os de motores, eletrónica e moda de consumo, superfícies comerciais e desporto.

Prozis Tech Maia vai representar investimento superior a 15 milhões de euros

Já está em curso o processo de recrutamento para a entrada imediata de 300 colaboradores, sobretudo nas áreas da programação e dos sistemas informáticos.
Comentários