“Medo – Trump na Casa Branca”, de Bob Woodward lançado em Portugal esta terça-feira

O livro de Woodward vendeu mais de um milhão de exemplares, só no dia 11 de setembro, quando chegou às livrarias norte-americanas.

Bob Woodward | Foto Cedida/ Lisa Berg

O livro “Medo – Trump na Casa Branca”, da autoria de Bob Woodward, o conhecido jornalista que expôs o caso Watergate com Carl Bernstein, é esta terça-feira editado em Portugal. Este é um livro que vendeu mais de um milhão de exemplares, só no dia 11 de setembro, quando chegou às livrarias norte-americanas.

Com a chancela da D. Quixote, o livro de Woodward “revela em primeira mão, num relato sem precedentes”, detalhadamente “a vida brutal dentro da Casa Branca de Donald Trump”, explica a editora portuguesa em comunicado.

Em “Medo – Trump na Casa Branca”, é contado como Donald Trump, o 45.º presidente dos Estados Unidos, decide sobre as grandes questões da atualidade política nacional e internacional, tendo por base “centenas de horas de entrevistas com fontes de informação, em notas de reuniões, diários pessoais, ficheiros e documentos oficiais”.

“‘Medo’ conta ainda os debates explosivos e as tomadas de decisão na Sala Oval, na Situation Room, no Air Force One e na residência oficial da Casa Branca e é o retrato mais íntimo de um presidente norte-americano em funções alguma vez publicado durante os seus primeiros anos no cargo”, sublinha a editora do Grupo Leya.

Bob Woodward acompanhou e investigou a fundo oito presidências norte-americanas, de Richard Nixon a Barack Obama. Atualmente, aos 75 anos de idade, é editor no “Washington Post”, onde trabalha há 47 anos. Já ganhou dois Pulitzer, o mais famoso deles pela cobertura do caso Watergate, com Carl Bernstein, que culminou na renúncia do presidente Richard Nixon, em 1974.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Como surge a criatividade? É tudo uma questão de “trégua com as ideias”, diz Harrison Birtwistle

Um dos mais relevantes nomes da música erudita, da atualidade, defende que “as ideias provêm “do instinto”.

Guia Michelin 2019 com “novidades importantes” para os restaurantes ibéricos

Guia do próximo ano será apresentado em Lisboa, pela primeira vez, na 10.ª gala de apresentação organizada pela Michelin, e em que são revelados os restaurantes que conquistam, mantêm ou perdem estrelas do chamado ‘guia vermelho’, equiparado aos ‘Óscares da gastronomia’.

Jerónimos e Museu de Arqueologia com bilheteiras automáticas a partir de hoje

Este novo sistema “será depois alargado aos museus, palácios e monumentos com maior receita, numa etapa posterior a este período experimental”, segundo um comunicado da DGPC.
Comentários